A infecção de urina [VIDEO], ou mais precisamente, a infecção do trato urinário é uma condição que acomete tanto homens quanto mulheres e que se caracteriza por ser a inflamação das vias urinárias, sendo elas baixa (bexiga e uretra) e alta (rins). Sabe-se que a infecção de urina acomete a pessoa desde os primeiros dias de vida.

Até um ano de idade é mais comum no menino e, após essa idade, a mulher tem 10 vezes mais infecções que o homem. Isso acontece porque a mulher tem a uretra (caminho de saída da urina) mais curta do que o homem. Além disso, a região que a uretra sai é muito próxima da região anal, que contém muitos micro-organismos perigosos.

A infecção de urina pode ser causada por vírus, fungos, mas o mais comum e perigoso são as bactérias. As bactérias mais comuns são as bactérias que vivem no intestino das pessoas como a E. coli (Escherichia coli). Essa bactéria é bem comum e a principal causa de infecção de urina. A via de contaminação é ascendente, ou seja, a bactéria vai "escalando" o sistema urinário até chegar no lugar que vai se replicar.

O que eu sinto quando estou com infecção de urina?

A infecção de urina pode ser em muitos casos assintomática, ou seja, não ter sintomas nenhum. Nesse caso a infecção deve ser tratada apenas se a mulher estiver grávida - nos demais casos não há necessidade.

Nas pessoas que têm sintomas, a dor para urinar, conhecida como disúria, é o sintoma mais comum. Essa dor começa de forma leve e vai evoluindo até a pessoa sentir dores fortes ao se sentar no vaso sanitário.

Outros sintomas podem ser dores no abdome ou nas costas. Urina com sangue pode ser sinal de complicação e deve ser sinal de alerta.

Quando a situação complica e o caso pode ser fatal?

Existe algumas situações, principalmente quando a infecção causa pielonefrite, ou seja, acomete os rins, que pode causar bastante danos. Quando a bactéria começa a se multiplicar de forma desordenada e rápida, a bactéria pode começar a se espalhar pelo corpo e, inclusive, ganhar a corrente sanguínea. Nessas situações, uma complicação conhecida como sepse pode acontecer. Ou seja, agora a bactéria e a infecção não estão mais localizadas no trato urinário, por exemplo, e sim na corrente sanguínea, e isso pode levar à morte se não for diagnosticada e tratada de forma rápida e eficaz.

Tomar grande quantidade de água e realizar higiene da região íntima de forma correta são algumas das medidas que podem ajudar e muito no combate a infecções de urina de repetição.

A qualquer sintoma, um médico deverá ser consultado. Não consuma antibióticos sem prescrição médica. #Medicina #Saúde