Publicidade
Publicidade

Preocupada com as últimas polêmicas que envolvem a instituição "Gideões Missionários da Última Hora", [VIDEO] a #esposa do pastor Reuel Bernardino, t [VIDEO]eria mandado uma mensagem ao site Fuxico Gospel, no último domingo, 31, através de seu Facebook, tentando defender o marido e também explicar a vida luxuosa que o casal leva ao lado das filhas. Giane Bernardino resolveu se pronunciar depois que o site O Fuxico Gospel publicou a matéria "Gideões cria campanha suspeita e confirma falência da instituição", porém a primeira dama cometeu um erro grave ao tentar se passar por outra pessoa.

A primeira dama das 'Missões' usou o Mensseger de seu Facebook para enviar a mensagem fingindo ser outra pessoa.

Publicidade

No texto ela fez duras acusações contra a viúva do pastor fundador, Cesino Bernardino, dizendo que a derrocada da Gideões começou depois que o pastor Cesino contraiu matrimônio com a irmã Elba. A equipe do Fuxico Gospel garante que a notícia em questão não é fake, visto que ao clicar na foto vai direto para o perfil de Giane. Ainda sobre a mensagem, a esposa de Reuel tentou explicar a vida abastada que vive com a família, segundo ela tudo é fruto da herança deixada por seu pai.

No texto, a esposa do pastor reclama que gostaria de saber o motivo de tanta perseguição ao seu marido e o defende dizendo que quando ele assumiu a presidência da instituição, tudo já estava em decadência, pois o erro já veio do anterior, justamente por causa de seu casamento com uma mulher perdulária. Ela ainda explica que a esposa tenta a todo custo salvar a Gideões e honrar o nome de seu pai.

Publicidade

Depois de todas as acusações ela encerra dizendo: "Deus vai tratar com quem tocar nele a igreja ama o Pr Reuel".

A "Gideões Missionários da Última Hora", também conhecida como GMUH, tem sua sede principal em Camboriú, Santa Catarina. O principal objetivo da missão é propagar o evangelho de Cristo no Brasil. Contudo, ultimamente, a instituição vem sendo alvo de várias polêmicas, uma delas foi justamente essa que vem gerando a irritação da primeira dama, a campanha criada para explicar falência. Segundo a campanha, a instituição está vivendo um caos generalizado, das 1.178 famílias que são assistidas pela Gideões, tem vários funcionários com salários atrasados e demissões continuam acontecendo.

Na época do pastor Cesino Bernardino, pai do atual, o projeto era de fato um "Ministério", mas hoje nas mãos dos herdeiros parece ter se transformado num simples negócio para ganhar dinheiro. Por isso, nenhum espanto ao ver a esposa tentando defender o marido. #evangelicos