O fato aconteceu na região metropolitana de Londrina, no Estado do Paraná, na terça-feira, (2). Ainda não havia uma confirmação da causa da morte, no entanto, Jorge Barbosa, delegado da Delegacia de Cambé, confirmou ao portal ‘Extra’ que a garota era virgem e no momento da relação passou a ter uma crise convulsiva e veio a falecer no local. A jovem se chama Bianca Monteiro, e o homem de 34 anos que estava no motel era seu namorado. O nome do seu companheiro não foi divulgado por motivo de segurança e precaução. O namorado pediu ajuda e um cliente do motel, que era enfermeiro, foi socorrê-la e administrar as ações corretas no próprio local, no entanto, isso não conseguiu evitar a morte da jovem. “Essa foi a primeira vez dela”, disse em entrevista o delegado.

Publicidade
Publicidade

Ele ainda comenta que o namorado da falecida já estava com ela há 8 meses e disse em depoimento que a moça era virgem, fato que segundo ele, a mãe também confirmou. “Ela estava trêmula e repuxando a cabeça”, continuou contando Barbosa. Ele ainda diz que após ter visto esses movimentos estranhos da moça, o seu namorado partiu primeiro em busca de socorro aos funcionários do motel, mas, no entanto, conseguiu ajuda de uma pessoa que era enfermeira e que estava no local naquele momento. O SAMU foi acionado e rapidamente, porém, quando o Serviço de Atendimento Móvel chegou ao local encontrou a jovem já morta. De acordo com a Polícia Civil, a moça e o homem haviam decidido ir fazer uma comemoração no motel, motivados pela participação da jovem na segunda fase do vestibular, feito para Pedagogia, na Universidade Estadual de Londrina, no último domingo (31). O namorado da jovem se dirigiu até a Delegacia de Cambé para que pudesse contar o que havia acontecido naquele momento, no entanto, ele logo foi liberado porque os legistas fizeram a avaliação no corpo da jovem e descobriram que ela havia sofrido uma arritmia cardíaca, vindo a falecer por causa natural. O delegado ainda acrescentou que o namorado disse em seu depoimento que eles não haviam consumido álcool ou drogas, mas de qualquer forma, foi solicitado um exame para confirmação.

Publicidade

#Curiosidades #Casos de polícia