A confusão aconteceu nesta quarta-feira (17) na região do Bairro Pioneiros Catarinenses, em Cascavel. As imagens só foram divulgadas na manhã de quinta-feira (18) e mostram uma briga que aconteceu em um posto de gasolina da região. No vídeo gravado pelas câmeras de segurança do local, é possível ver cerca de cinco homens discutindo. A confusão aconteceu na loja de conveniências do posto de combustíveis. Inicialmente a discussão começa entre o dono de um restaurante que fica próximo à loja e um caminhoneiro que tinha estacionado no local para descansar. É possível ver que a ‘conversa ‘ fica calorosa e outros caminhoneiros que também estavam no local se envolvem na bagunça.

Publicidade
Publicidade

No meio da briga entra, em determinado momento, um homem de blusa preta e empurra o dono do restaurante e os dois começam a trocar socos. O que todos não esperavam é que o empresário estivesse armado. No meio da discussão ele saca a arma e aponta para os caminhoneiros. Imediatamente o grupo vai pra cima do homem armado e o derrubam no chão na tentativa de retirar a arma do mesmo ou pelo menos desestabilizado. Os envolvidos trocam socos e pontapés durante algum tempo até que um dos caminhoneiros consegue pegar a arma do empresário e apontar para ele. Os outros companheiros conseguem imobilizar o dono do restaurante até que a polícia militar chegue para resolver a confusão.

Após a chegada dos PM’s os envolvidos foram levados para a delegacia e a arma apreendida. Nenhum dos outros presentes no local, dentre eles funcionários e outros clientes se envolveram na confusão.

Publicidade

Assim como o dono do posto de gasolina que relatou não saber nada sobre o acontecido. Os envolvidos serão ouvidos para entender as motivações da briga, uma vez que a presença da arma de fogo no momento do acontecido poderia ter sido responsável pela morte de alguém que não estava envolvido. Felizmente ninguém se feriu na noite de quarta-feira. Será investigada também a origem da arma e se o dono do restaurante possuía registro e direito de posse da mesma.

#Crime #Investigação Criminal