Uma reportagem, da afiliada do #SBT, Rede Massa, nesta terça-feira, 21 de novembro, está bombando nas redes sociais. A reportagem, feita por Vinícius Machado, falava de um suspeito de tráfico, que conseguiu fugir da polícia em Curitiba, no estado do Paraná.

A polícia conseguiu apreender toda a droga do meliante e o bandido trocou tiros com os agentes da PM do estado. Até o momento, tudo normal, esse tipo de situação é comum no Brasil e principalmente, para a polícia; que está nas ruas todos os dias combatendo o crime, mas, o que fez o vídeo bombar na internet, foi a forma como o policial falou sobre do assunto na entrevista.

Para os internautas, o policial usou termos hilariantes e incomuns, e isso fez com que as pessoas gostassem do vídeo e, por isso, a reportagem viralizou na internet.

Publicidade
Publicidade

O policial foi bem direto ao falar tudo o que achava do bandido: “No momento dos tiros, 'nóis' ‘rachamo’ os ‘zói’ dele de bala. ‘Enchemo’ o 'rabão' dele de tiro, mas, porém, o ‘satanás’ ajuda esses ‘demônio’ e ele não caiu", disse o sargento debochado.

Ele continuou narrando a história da troca de tiros e fuga do bandido dizendo: "Ele correu ‘pro’ mato, desceu ‘prás água’, a gente foi junto”, mas ele fugiu, e concluiu dizendo que foi atrás do ‘lazarento’, mas ele se enfiou em um buraco e a polícia não conseguiu mais achar o meliante.

Fruet ficou completamente revoltado com o fato de o suspeito ter fugido e ainda mandou um recado para o #traficante, chamando ele de ‘lazarento’ e dizendo que viu bem a ‘cara’ do traficante e que tem o nome dele e na próxima ele não vai ter chance de correr.

No Facebook, a reportagem do programa Tribuna Massa, da Rede Massa/SBT, foi publicada por diversas páginas, e todas com muitos compartilhamentos, mas ganhou grande destaque na página do Coronel Telhada, obteve mais de 4500 compartilhamentos, mil comentários, mais de 9 mil curtidas e 267 mil visualizações até o dia 25 de novembro.

Publicidade

Abaixo o vídeo para que você também possa assistir:

Deixe um comentário, sua opinião é importante para este site. #Casos de polícia