Na madrugada de quarta-feira, dia 28 de dezembro, um #Ladrão de 20 anos de idade e mais dois #comparsas, um de 17 e outro de 19 anos, tentaram roubar uma loja de motocicletas, no centro da cidade de Reserva, região dos Campos Gerais, estado do Paraná. Primeiramente, o trio tentou quebrar o vidro com um tijolo, mas não conseguiu.

O ladrão Wellington Pereira Busmann, de 20 anos, chutou a vitrine da loja, e sofreu um corte profundo na artéria femoral. Mesmo ferido, os comparsas de Wellington chegaram a pegar alguns objetos da loja, mas os abandonaram em seguida, ao verem que o ferimento era grave.

Ladrão é socorrido, mas não resiste

O ladrão chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu e morreu.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações do delegado, tanto Wellington como os outros dois ladrões já tinham passagem pela polícia. Imagens da #câmera de segurança do local mostram o momento exato em que Wellington tenta quebrar a vitrine com um chute, o vidro se estilhaça e o rapaz se desequilibra e acaba se ferindo.

As imagens são fortes e mostram a gravidade do ferimento, pois fica uma possa de sangue no local. Foram os dois comparsas do rapaz de 20 anos que levaram o companheiro de assalto para o pronto socorro da cidade, mas o rapaz acabou morrendo por causa de uma hemorragia.

Os dois outros suspeitos foram presos pela polícia e o carro usado pelo trio para cometer o crime foi apreendido. Ainda de acordo com as imagens da câmera, Wellington tenta fugir e sai apoiado por um dos comparsas.

A artéria femoral passa sob o ligamento da virilha até o joelho e uma hemorragia grande, se não for contida em questão de minutos, pode levar o acidentado à morte.

Publicidade

Foi o que aconteceu com o rapaz que tentou roubar a loja. Aparentemente, não parecia tão grave, pois ele ainda caminhava apoiado pelo companheiro de assalto, porém não se sabe quanto tempo passou até que Wellington fosse levado para o pronto socorro da cidade para ser socorrido. O mais curioso é que dos três ladrões, Wellington não foi o único que chutou a vitrine, mas o outro rapaz não se feriu.