No que se refere à percepção instantânea, inúmeros executivos se gabam de avaliar um candidato em poucos segundos de contato, na verdade isso é impossível. Já a intuição que diz para não contratar alguém poderá ser útil e explorada, porém com cautelas, pois são duas mentiras fundamentais sobre o comportamento humano e respondem pela maior parte das avaliações errôneas e más contratações. No caso da intuição, ela poderá vir a dizer que você contrate alguém sem avaliar os pontos positivos e necessários ao indivíduo para o bom desempenho daquela função ou cargo, existem duas razões que podemos observar para não acreditar apenas na intuição, são elas:

  1. O dom da pessoa desajustada é cativá-lo e fazê-lo querer contratá-la.
  2. Pessoas com passado duvidoso são hábeis em desviar a atenção de assuntos que não querem ser revelados.

Gostamos de acreditar que as pessoas podem se adaptar, e desenvolver todos os tipos de trabalhos propostos, mas nem sempre é assim, algumas pessoas podem ser ajudadas, mas a maioria não.

Publicidade
Publicidade

Certas pessoas têm problemas com seus mecanismos de defesa e na falta dos quais se desintegram. É claro que devemos tentar ajudar todos a crescer no #Trabalho, mas não é aconselhável que se contrate alguém com dificuldades sérias para se desenvolver determinada função, na esperança que possamos lhe mostrar como lidar com suas deficiências, e assim elas ouvirão, desejarão resolver o problema e se esforçarão nesse sentido.

Na verdade, não importa quem esteja avaliando, se é um assistente ou um executivo, poderão ser feitas algumas perguntas sobre o candidato:

  •  objetivos que se adequam ao cargo?
  • hábitos de trabalhos eficazes?
  • inteligência e bom senso?
  • _boa habilidades com pessoas?
  • maturidade e equilíbrio emocional?

O mais importante numa entrevista é que tudo seja checado, avaliado, bem observado, e após todas as confirmações feitas, então de uma forma adequada e eficaz, proceder com o processo de contratação.

Publicidade

Esta análise poderá proporcionar e direcionar o candidato a uma melhor função na empresa. #Negócios