Você se preocupa com o treinamento da sua equipe? Provavelmente sim, afinal, é inegável a importância que um bom treinamento tem para o sucesso dos #Negócios. Esses cursos podem ser dados por terceiros, contratados pela empresa ou feitos pela própria organização, para que seja mais focado e direcionado para o público em questão. Como desenvolver o próprio conteúdo e quais suas vantagens?

A primeira coisa a ser feita é identificar as áreas nas quais a capacitação é mais importante e trará resultados mais imediatos para a sua empresa. Pode ser uma qualificação para atender melhor aos clientes, implantação de um sistema de gestão de estoque novo ou qualquer outro ponto que você note que a sua empresa necessita.

Publicidade
Publicidade

Essa é uma das vantagens de montar o próprio curso: a especificidade.

É importante que você converse e envolva a equipe. Pergunte o que eles gostariam de ter como treinamento, quais áreas sentem mais dificuldades e aceite sugestões. Além de muitas vezes eles apresentarem ideias que você mesmo não teve, com esse processo as pessoas ficam mais envolvidas com os cursos dados. Além disso, com o desenvolvimento do curso sendo específico, você terá mais domínio sobre o conteúdo e poderá estimar um tempo para que os resultados sejam obtidos. Para isso, acompanhe o desenvolvimento da equipe.

Outro ponto muito importante é escolher a ferramenta certa. Qual a forma de deixar o curso mais acessível para os empregados? Vídeos, apostilas, modelo EAD ou presencial? Essas decisões devem ser tomadas também de acordo com a área do curso a ser dado.

Publicidade

Por exemplo, se for um curso mais prático para laboratoristas, o ideal é optar pelo presencial. Já para cursos administrativos o e-learning pode ser usado.

O e-learning possui baixo custo e é perfeito para introdução de novas ideias e abordagens. Bom para quando você precisa treinar um grande número de funcionários em diferentes locais - por exemplo, para demonstrar a conformidade com as normas de saúde e segurança. Você pode também preferir palestras, caso o tema seja mais sucinto.

Treinamentos externos também podem ser usados e muitas vezes, são bastante vantajosos. Possibilitar que os funcionários participem de conferências, seminários, workshops e cursos externos pode trazer novas ideias e energia para o processo de aprendizagem. A reunião com funcionários de outras empresas pode ser uma oportunidade para descobrir como elas operam e misturam ideias e soluções. As palestras e conferências são momentos nos quais muita informação é passada. É muito interessante para interagir com outras pessoas e empresas. Já os seminários e workshops passam as informações de maneira mais calma, ajudando a pessoa a assimilar melhor o conteúdo.

É importante que antes de investir em soluções de treinamento, você faça uma análise do que é realmente necessário.

Publicidade

O baixo desempenho dos empregados é mesmo falta de treinamento ou eles podem ser a pessoa errada para o #Trabalho? Às vezes, remanejar as pessoas dentro da empresa é suficiente para melhorar a situação e aumentar o rendimento. Permita que cada um trabalhe na área que tem mais afinidade. Como você realiza o treinamento em sua empresa? Conte para a gente nos comentários!