Com pouco tempo de inserção no cenário dos escritórios jurídicos brasileiros, a Controladoria Jurídica veio trazer organização, planejamento estratégico para melhorar os procedimentos e rotinas do escritório e, claro, controle dos prazos, entre muitas outras funções. A justiça brasileira está passando por uma grande transformação pelo fato de que, com o advento da Lei nº. 11.419/2006, aos poucos todos os processos estão sendo digitalizados e, portanto, tramitando pelo meio eletrônico. Juntamente com a modernização dos trâmites processuais, há uma conscientização vertiginosa do conhecimento dos cidadãos dos seus direitos, bem como há um número crescente de processos que nem sempre condiz com o suporte do aparato jurisdicional.

Publicidade
Publicidade

Com um número cada vez maior de litígios, aumentou também a procura por profissionais do meio jurídico, que até então mantinham um controle próprio dos prazos e procedimentos necessários. Por vezes, os escritórios de advocacia são familiares, de grupos de amigos ou composto por dois ou três sócios e poucos colaboradores. Ainda que pequenos, os escritórios precisam ser vistos como uma empresa e estar sob uma conduta empreendedora, com normas, procedimentos e padronização.

A controladoria jurídica é um setor interno do escritório que não está subordinado a qualquer outro, mas serve de apoio à área técnica (advogados em produção jurídica), no sentido de controlar os prazos para que não haja perda dos mesmos, gerenciamento de documentos e publicações e demais atos de apoio à parte técnica (advogados).

Publicidade

A controladoria jurídica nem sempre é bem vista dentro dos escritórios por que muitas vezes é tida como mera cobradora de prazos e um setor desnecessário.

Entretanto, é necessária uma mudança do preconceito formado pelo nome empregado ao setor. Controladoria, embora do verbo controlar, tem por escopo auxiliar para que a produção jurídica ocorra na melhor forma e com a melhor qualidade possível, bem como garantir ao cliente que não haverá perdas de prazos, transparecendo mais credibilidade e confiabilidade. A maioria dos grandes escritórios já possui este setor, face à grande demanda de processos. Mas aos poucos, os escritórios de médio e pequeno porte passam a abraçar a ideia de uma equipe responsável pelo controle das demandas, elevando a um nível de excelência que não seria alcançado sem o auxílio destes profissionais. #Negócios #Trabalho #Legislação