Na próxima sexta-feira (28), acontece a edição brasileira da Black Friday, que teve sua primeira edição no Brasil em 2010. Essa data foi criada pelos americanos na década de 60, bem na época do feriadão do dia de Ação de Graças, como uma estratégia para aproveitar que as pessoas estão em seu momento de folga e propensas a aproveitar promoções, ainda mais se forem muito atrativas. Era ainda uma forma das empresas esvaziarem seus estoques para que começassem com os pedidos de Natal. Essa é a história lá, apenas para mostrar como surgiu e por quê acontece sempre nessa data. Porque aqui a coisa é um pouco mais complexa.

A Black Friday no Brasil

A sua primeira edição, em 2010, chegou timidamente, mas os dois próximos anos foram decisivos e emplacaram índices bem significativos: 2011 foi bem melhor que 2010 e 2012 registrou um movimento de mais de 100% com relação a 2011.

Publicidade
Publicidade

No ano de 2013, as vendas superaram os R$ 400 milhões, o dobro do que se vendeu em 2012. Percebe-se então que a cada ano, a Black Friday faz com que mais brasileiros gastem nesse dia, apesar de toda a desconfiança que existe sobre os verdadeiros descontos dados nos produtos.

Com o aumento de vendas, há também o aumento de reclamações, principalmente com relação à maquiagem de preços e descontos falsos, fato que fez com que a data começasse a ser chamada de "Black Fraude". Isso não significa que não existam bons produtos vendidos com bons descontos, mas o consumidor precisa estar atento à alguns pontos, como estes que vamos citar.

#Dicas para você aproveitar a Black Friday sem cair em ciladas #Negócios

  • Se você já quer algum produto - um celular, por exemplo, você já deve ter pesquisado algumas ou muitas vezes e deve estar à par dos preços de alguns modelos. Então há como saber se realmente o referido produto está com um desconto bom ou não.
  • Tenha em mente que a época das promoções de Natal se aproximam e que muitos produtos serão mantidos com os descontos e talvez até com preços melhores. A proposta da Black Friday é a de dar descontos que realmente façam diferença no valor do produto. Muitas vezes o consumidor até usa um dinheiro que não poderia naquele momento, para aproveitar o desconto, sendo que, semanas depois o produto continua com o mesmo desconto.
  • Outro ponto que você deve ter claro: as compras pela internet sempre oferecem vantagens, mesmo que não seja Black Friday. Quem utiliza cartão de determinada loja tem desconto, quem paga no boleto ou débito em conta ganha desconto. A concorrência é muito acirrada, então, sempre há bons preços e com descontos. Lembre-se ainda dos sites que oferecem cupons de descontos para compras em determinadas lojas. Quer dizer, desde que tenha tempo e consiga pesquisar bastante, você sempre terá uma boa oportunidade de fazer um ótimo negócio na internet.