Pare e olhe em sua volta! Com certeza você encontrará um produto que foi feito na #China, seja uns óculos, um celular, sua camisa ou um computador. O termo Made in China é tão comum que em certos momentos parece que tudo vem de lá, dando a impressão que estamos sendo invadidos pelos nossos amigos orientais.

Mas qual é a semelhança entre a camisa comprada em um camelô e a de um televisor de 50 polegadas de última geração que custa alguns milhares de reais? Nenhuma, além de ambas serem produzidas na China e estarem entre os milhões de produtos que desembarcam todos os dias aqui no Brasil e no resto do mundo.

Mas por quê a China? A China é uns país com dimensões continentais, onde um sexto de toda a população mundial mora lá.

Publicidade
Publicidade

Essa é a resposta para tudo. Matéria prima abundante e mão de obra em excesso faz da China o melhor lugar do planeta para se montar uma fábrica, pois pela lei da oferta e procura, tudo é muito mais barato.

Empresas têm como fim o lucro e, observando esses detalhes, não pensam duas vezes em montar empresas na China ou fazer sociedade com outras já existentes, para que forneçam peças ou até mesmo o produto final.

A China é como um parque de diversões para quem tem dinheiro, tal como os turistas, pois a China é um estado conservador, com políticas comunistas internas e ferozmente capitalista no exterior. A população sofre com baixos salários, devido ao excesso de mercadoria e pela concorrência, para além de que enriquecer a população não é prioridade do estado.

Como qualquer ideia pode ser roubada, vemos empresas copiando outros produtos de marcas já consolidadas, e a China é o melhor lugar para se fazer isso.

Publicidade

Não é raro quando se anda nas ruas e vemos um Iphone lindo ou aquele celular top de linha da Samsung e quando vemos mais de perto, a única coisa semelhante mesmo é a carcaça, pois em resto a diferença é gritante. O preço muito barato faz com que a China atraia tanto boas empresas como más, que resulta em diversos produtos de péssima qualidade circulando por aí. Um celular é fácil de se reconhecer, mas muitas vezes outros produtos passam, pelo menos em primeiro momento, despercebidos, como relógios ou uns óculos de sol.

Seja em um produto original e caro ou algo descartável e barato, a China entrou em nossas casas para ficar. É um dos mercados que mais cresce no mundo e não mostra sinais de enfraquecimento, mostrando do que é capaz um pais rico em recursos e com um estado que sabe se aproveitar disso. A conclusão que se tira é que nunca o mundo foi tão dependente de um só país. #Negócios