O mês de Janeiro é um mês complicado para as finanças. São tantos gastos como IPVA, IPTU, renovação de seguro de carros, dívidas feitas para arcar com despesas de final de ano e quem tem filhos em idade escolar acrescenta mais uma dívida: a lista de material escolar. Quem tem condições e faz a opção de escola particular tem ainda a matrícula.

Muitas famílias se perdem com tantas contas a pagar e ultrapassam o limite do orçamento familiar. Assim como em todas as outras datas que movimentam grandes compras como dia das mães, dia dos namorados, dia dos pais, natal, o começo de ano é movimentado no comércio pela volta as aulas.

Publicidade
Publicidade

É possível ver lojas de roupas vendendo material escolar. As lojas especializadas em produtos chineses que são um sinônimo de preço baixo podem enganar vendendo produtos mais caros e com qualidade inferior.

O brasileiro tem como costume de deixar para fazer as compras sempre em cima da hora, o que dificulta a economia, sendo assim separamos algumas #Dicas que podem ajudar a economizar na lista de material escolar. #Finança

  • Aproveite o que sobrou do ano anterior e ainda pode ser usado. Repasse livros didáticos de filhos mais velhos, se for o caso. Lembre-se de conferir na lista de material se é o mesmo exemplar;
  • · Depois deve que ser feita uma análise do valor que se dispõe a gastar. O próximo passo é ter a lista de material. A partir daí começa então a jornada rumo as compras.
  • Pesquisar preços e pedir descontos para pagamento à vista é sempre uma boa pedida. Algumas lojas têm diferenças de até 100% nos valores;
  • Tente fazer as compras em conjunto com outros pais. Dessa forma sua chance de conseguir descontos será maior;
  • Sempre procure pagar à vista e não cair no cheque especial, se isso não for possível, faça de acordo que os valores não afetem seu orçamento;
  • Não compre por impulso, materiais com personagens famosos custam mais;
  • Uma outra estratégia é comprar o que for usar somente para o primeiro semestre, pois muitas escolas não cumprem o calendário de atividades escolar, o que faz sobrar material;
  • Os livros didáticos chegam nas livrarias por volta da segunda quinzena de janeiro, mas é possível reserva-los por um preço menor antecipadamente;
  • Converse com os filhos sobre a situação do orçamento familiar e o quanto poderão gastar com as compras, assim fica mais difícil ceder aos desejos deles;
  • Tente comprar os materiais antes da segunda quinzena de janeiro, pois isso também ajuda a economizar. Quando os lojistas repuserem as mercadorias deverão pagar mais porque os produtos a base de papel são cotados em dólar.