Uma soma total de R$ 3 bilhões foi bloqueada pela Justiça Federal do Rio de Janeiro em bens pertencentes ao empresário Eike Batista. A medida tomada pelo juiz Flávio Roberto Souza, na quarta-feira (4) à noite, também atingiu bens de seus 2 filhos mais velhos; da mãe de seu terceiro filho, Flávia Sampaio; e de sua ex-mulher, Luma de Oliveira. Os valores bloqueados somam R$ 3 bilhões: R$ 1,5 bilhão de ativos financeiros e outros R$ 1,5 bilhão, que são referentes a imóveis e móveis (entre esses, alguns veículos).

Novas medidas semelhantes poderão atingir a fortuna do empresário, pois o juiz requereu todas as informações a respeito das contas bancárias que Elke possui.

Publicidade
Publicidade

Ao apresentar a petição judicial, o juiz Souza referiu-se a Flávia, Thor, Olin e Luma como beneficiados pelas doações efetuadas por Eike.

Esta nova medida complementa e amplia os bloqueios estabelecidos pela Justiça em 2014. Nesta ocasião, o saldo de conta bancária de Eike foi retido 2 vezes. Agora, o juiz ordenou que itens como imóveis, barcos, aeronaves e participações acionárias fiquem bloqueados. Todos os bens constantes na decisão judicial não podem ser transferidos e muito menos vendidos.

Umas séries de acusações estão complicando cada vez mais a situação do empresário. Ele responde por falsidade ideológica, formação de quadrilha, indução do investidor ao erro e finalmente, uso de informações consideradas privilegiadas e manipulação do mercado.

O cerco aos #Negócios irregulares cresce.

Publicidade

Apenas um processo pelos 2 últimos crimes estava tramitando na justiça, mas a situação torna-se mais complicada para Eike com o surgimento de outras ações correlatas, que a justiça está unificando, baseadas em denúncias que forneceram base para essas recentes acusações.

Apesar de toda a repercussão de mais essas medidas judiciais, os advogados do empresário permaneceram em completo silêncio Nenhuma manifestação foi feita de parte dos mesmos. Todos os contatos feitos pela imprensa, que busca um esclarecimento dos mesmos sobre estes fatos, não obtiveram qualquer atenção.