Como pagar dívidas? Tirar a empresa do vermelho pode ser difícil ao ponto dos empreendedores terem que fechar as portas quando não existe caminho a seguir. O segredo de como pagar dívidas empresariais é se mexer cedo, antes que fique tudo perdido.

O endividamento de empresas novas representa um fato normal aos primeiros meses. Mas, quando o revés financeiro permanece, então algo deve ser feito. A mente precisa trabalhar para saber como pagar dívidas empresariais.

Tática dos preços

Talvez a principal dica de como pagar dívidas empresariais esteja na estratégia de preços. Analise a quantia cobrada por concorrentes e procure ter vantagens no estoque para oferecer produtos baratos e com qualidade.

Publicidade
Publicidade

Em termos práticos, quando as contas insistem em fechar no vermelho é um sinal de que a precificação não está adequada conforme o mercado e os tipos de bens ou serviços vendidos.

Fugir da concorrência

Por vezes, o problema surge por causa da concorrência. Não adianta abrir uma farmácia em um quarteirão que possui pelo menos duas lojas do gênero. Competir com grandes empresas também pode ser método errado de estratégia. Ou seja, ter lanchonete ao lado de famosas redes de fast food pode ser uma má ideia.

De olho nas contas

As contas dos custos fixos também devem ser levadas no plano de como pagar dívidas e tirar a empresa do buraco. Luz, gás, água, remunerações de funcionários etc. Empresários que contabilizam os valores a serem gastos aumentam o controle para fazer cortes certeiros no orçamento.

Publicidade

Como pagar dívidas: preços ou cortes!

De forma prática, quando as entradas não surgem no ritmo das saídas é sinal de que empresários precisam encontrar respostas para diminuir as dívidas e evitar o endividamento. Parte das empresas opta por cortar custos ou crescer os preços de bens e serviços.

Antes de fazer qualquer tipo de mudança, os empresários devem ter em mente que modificações trazem consequências à companhia, boas ou ruins. Por esse motivo a cautela precisa estar presente nas análises no sentido de não piorar o quadro.

Inovação

Por vezes, as empresas podem seguir ao caminho bancarrotas quando deixam de acompanhar as novidades do mercado. Talvez o maior exemplo do fato esteja nas locadoras de filmes que perderam espaço à proliferação de vídeos disponíveis na internet.

No ano de 2005 existiam quase 5 mil estabelecimentos do gênero, ao ponto que em 2010, o valor foi de 1,8 mil empresas, à cidade de São Paulo. Na prática, as locadoras de filmes também perderam espaços aos vendedores ambulantes. Eles gravam a metragem e vendem produto pirata que custa menos ao comparar com o aluguel do DVD por poucos dias.

Ficar de olho no mercado para inovar ou mudar de ramo produtivo faz parte das táticas de como pagar dívidas e lucrar com empresas! #Negócios