A compra de um imóvel e os investimentos no setor imobiliário estão facilitados no Brasil, a casa própria é uma realidade tangível incorporada pelos setores público e privado. A utilização do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, FGTS, para a compra de imóveis é uma opção que ajuda a concretizar um negócio, seja ele na planta ou pronto para morar.

Algumas regras devem ser levadas em conta nesta transação, sejam elas em relação ao tipo de imóvel, ao valor financiado, a forma de pagamento, entre outros fatores relacionados ao banco, vendedor ou proprietário. Nem todas as pessoas estão aptas a utilizar o fundo como parte do pagamento.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o portal Exame Seu Dinheiro, o consultor imobiliário Alex Strotbek afirma que 'A utilização do FGTS não se restringe somente a compra do imóvel, mas pode-se também utilizar recursos vinculados ao longo do tempo para amortizar parte do financiamento já em curso, ou mesmo para se quitar o saldo devedor do financiamento. Lembrando sempre que há regras claras e condições próprias para a sua utilização'.

As consultas ao saldo disponível no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço podem ser realizadas em qualquer agência da Caixa Econômica Federal ou ainda pela internet, no portal do banco. 

Principais regras para o uso do FGTS na compra de um imóvel

  • O FGTS só pode ser utilizado para compra de imóveis urbanos e residenciais, desta forma sítios, chácaras, imóveis comerciais e outras modalidades não estão inclusas.
  • Somando todos os períodos trabalhados é preciso que o comprador tenha mais de 3 anos de trabalho sob o regime de FGTS,
  • O imóvel não pode ter recebido benefício do Fundo nos últimos 3 anos;
  • É possível amortizar ou mesmo liquidar o saldo devedor de um imóvel com o saldo do FGTS;
  • O recurso pode ser usado para diminuir em até 80% o valor das prestações em até 12 meses consecutivos.​ 


    Dica para investir

    Para quem quer economizar ou aumentar o lucro sobre o produto final, recomenda-se o investimento em imóveis na planta.

    Publicidade

    Essa modalidade apresenta valores de lançamento, que podem ser até 50% menores em relação ao preço final.  



    #Negócios