Um levantamento realizado pela TaCerto.com, corretora de seguros online, que atua no Brasil desde 2011, com o uso Google Keyword Planner, apontou que os cidadãos de diferentes estados brasileiros usam termos diferentes na hora de pesquisar sobre seguros na internet. Os fluminenses, por exemplo, buscam mais por "seguro de carros" (45%), enquanto paulistanos preferem o termo "seguro auto"(44%).

Dados mostram ainda que o termo "seguro de carros" também é o mais usado pelos mineiros, gaúchos e paraenses. Já os cidadãos do Distrito Federal, por exemplo, preferem o tema "seguro auto". Para os baianos, há o uso dos dois termos.

Publicidade
Publicidade

Ambos empatam com 37% da preferência na hora da busca. E os goianos, diferente de outros estados, usam mais o termo "seguro veiculo", que tem 58% de uso nas buscas médias mensais.

Os resultados completos foram divulgados nesta semana em forma de infográfico no Pinterest da corretora de seguros e pelo slideshare da empresa.

Dados

A corretora usou como base de sua pesquisa 7 dos termos mais usados pelos brasileiros para procurar seguro de automóvel: seguro de carros, seguro auto, seguro veiculo, seguro veículo, seguro automóvel, seguro para carros e seguro veicular. O termo "seguro veiculo", sem acentuação, foi considerado por representar grande porcentagem de busca.

Sobre a empresa

A TaCerto.com foi fundada em 2011 pelo português João Cardoso e pelo alemão Vincent Daranyi com o objetivo de mudar a forma como os brasileiros cotavam e adquiriam seguros pela internet.

Publicidade

Atualmente, a companhia permite ao usuário de internet a possibilidade de cotar seguro de automóveis, motos, viagem e saúde. A empresa oferece a oportunidade de economia sem que o cliente deixe de contratar coberturas que são importantes para suas necessidades.

Presente em 6 plataformas de mídias sociais (Facebook, Twitter, Google Plus, Youtube, Pinterest e Linkedin), a corretora disponibiliza a seus seguidores informações relevantes sobre o mercado de seguros, além de buscar a conscientização sobre o uso de veículos automotores. #Automobilismo #Finança