Um estudo evidenciou que os games estão cada vez mais sendo usados por departamentos estratégicos de organizações modernas. O estudo teve o propósito de identificar como os executivos das grandes organizações contemporâneas estão aceitando e implantando a utilização de #Jogos e simulações de forma a obter melhores resultados em suas decisões estratégicas. O estudo foi desenvolvido por 'E-Guru&Clave' e divulgado por seus proprietários: Andrea Krug e Felipe Azevedo. Os resultados são convergentes com o que muitos pesquisadores consideram como tendência no mercado em todo o planeta.

Esta tendência faz com que as organizações considerem a possibilidade de trocar o que são chamadas como "salas de descompressão - ambientes dedicados ao lazer dentro das empresas" pela utilização de jogos, como forma de aliviar as pressões.

Publicidade
Publicidade

Os autores do estudo pontuam três situações: identificação, seleção e desenvolvimento de modelos de competências e habilidades. Ao mesmo tempo os diretores da empresa pesquisadora comprovam que estas técnicas também estão sendo utilizadas como forma de aumentar a motivação das equipes de trabalho.

Ao tomar conta do estudo, Fernando Seacero, criador de uma empresa de treinamentos corporativos corrobora estas conclusões e afirma que: "Os jogos têm muito a ensinar para os teóricos da liderança", aproveitando sua situação de liderança para conseguir com maior facilidade engajar os colaboradores nas estratégias organizacionais.

O estudo suscitou o interesse de perguntar a alguns jovens candidatos a uma vaga de emprego se eles preferiam participar de uma seleção fazendo provas ou participando de jogos.

Publicidade

A segunda opção recebeu a preferência dos jovens. Os levantamentos chegaram a um resultado que pontua que quando a proposta do emprego envolve jogos como forma de captação de novos colaboradores, o número de participantes tem um aumento 20 a 30% no número de participantes.

A continuidade dos estudos desenvolvidos pela 'E-Guru&Clave' trouxeram outra conclusão que o processo da utilização de jogos facilita o mapeamento de perfis de referência dentro da organização. Somados estes resultados, é possível que o direcionamento das organizações para uma utilização mais extensiva desta tecnologia possa trazer os mesmos resultados positivos. Assim, quando algum conhecido estiver saindo de casa para enfrentar uma nova proposta de emprego, para incentivar basta dizer: bom jogo.