A mineradora Vale anunciou prejuízo de R$ 9,538 bilhões no primeiro trimestre de 2015. No último trimestre de 2014 o prejuízo já havia sido de quase R$ 5 bilhões.

A Vale atribui à alta do dólar a perda verificada, pois, paradoxalmente, a produção aumentou. Segundo a empresa, a produção de 74,5 milhões de toneladas de minério de ferro, nos três primeiros meses de 2015, é a maior da história para um primeiro trimestre.

A alta do dólar foi decisiva para o prejuízo de uma empresa que recentemente era plenamente lucrativa. No primeiro trimestre de 2014, a Vale teve lucro de quase R$ 6 bilhões.

A Vale que, mesmo sendo plenamente lucrativa, foi inexoravelmente privatizada em 1997, dentro da política de privatização desenfreada do governo de Fernando Henrique Cardoso, continuou sendo uma empresa produtiva e lucrativa como empresa privada.

Publicidade
Publicidade

O seu valor é incalculável, não apenas pelas imensas riquezas minerais como ferro, bauxita, nióbio, alumínio, cobre, carvão, manganês, ouro, urânio e outros, como também pelo complexo logístico que é um mundo à parte, viabilizando a exploração e transporte de riquezas de forma moderna e eficaz.

Ela, junto com a Petrobras, hoje alvo de movimentos que visam forçar sua passagem ao capital privado, representava um grande peso no balanço patrimonial da nação e segundo a justiça, foi vendida em operação fraudulenta, deixando de carrear aos cofres públicos enorme aporte, que em muito faz falta à viabilização dos projetos de desenvolvimento econômico-social do Brasil.

Montada com apoio dos EUA durante a II Guerra, para suprir o esforço bélico de então, tinha importância estratégica no balanço de recursos disponíveis aos Aliados, no enfrentamento às potências do Eixo.

Publicidade

Com o término da Guerra, os Estados Unidos pressionaram o Presidente Getúlio Vargas a desativar o complexo instalado, mediante compensações, pois a Vale iria concorrer com suas empresas. A Vale foi mantida por Getúlio, que queria tornar o Brasil uma potência mundial. Esta política desenvolvimentista confirmou-se com a manutenção da Vale do Rio Doce, a criação da Companhia Siderúrgica Nacional e posteriormente, a criação da Petrobras.

Mesmo com um momentâneo e involuntário prejuízo contábil, a Vale é um exemplo do Brasil escrito certo e passada a turbulência, se recuperará. #Negócios #Crise #Tendências