O primeiro semestre de 2015 não foi bom para a produção industrial brasileira. Segundo informações da última Pesquisa Industrial Mensal (PIM), houve o encolhimento de cerca de 8% registrado em abril, em comparação com o mesmo mês em 2014. Vinte e seis ramos diferentes da indústria nacional foram pesquisados e vinte e três deles apresentaram queda em comparação com o mesmo período: abril 2014 a abril 2015.

Dentre os estados mais atingidos pela retração industrial no Brasil, São Paulo foi o que apresentou os índices mais altos de queda. De acordo com a PIM, a queda na indústria paulista foi de 7,6% durante o mesmo período estudado para todo o país.

Publicidade
Publicidade

Economistas afirmam que a tendência da crise no setor industrial é piorar e que ainda não há perspectivas de mudanças de cenário, sobretudo, em estados mais agravados como São Paulo.

Economistas mais otimistas apontam o começo de uma possível melhora a partir de 2016, período no qual a situação econômica brasileira poderá estar mais bem controlada. #Negócios #Crise econômica