A previsão do mercado financeiro, para a inflação deste ano subiu de 8,49% para 8,79%, segundo divulgação feita na última segunda-feira por órgãos responsáveis. Segundo especialistas, esta tende a ser a inflação prevista até o final deste ano, entretanto esta ainda pode ser revisada para cima ou para baixo.

A revisão da inflação, para cima mostra-se como sendo um dado altamente preocupante, depois do Banco Central anunciar que irá aumentar novamente a taxa de juros, como forma de tentar controlar a inflação, que voltou a assombrar o brasileiro desde o começo do ano. Mas a #Crise já é anunciada desde 2010 pelos especialistas, devido a uma série de números com baixo desempenho e medidas do #Governo.

Publicidade
Publicidade

Outra informação importante, é que o governo lançou um pacote de novas privatizações nas obras de infraestrutura, para desafogar as finanças e desta forma fazer o ajuste fiscal necessário para que o país volte a crescer. O governo anunciou recentemente a revisão do PIB para um saldo deficitário no final de 2015.

Como disse a presidente Dilma Rousseff, a marolinha anunciada pelo então presidente Luis Inácio Lula da Silva, agora veio a transformar-se em uma verdadeira onda gigante, que está afetando diversos países, como por exemplo a Rússia, que recentemente, quebrou devido a forte baixa do petróleo no mercado global.

Falando no Brasil, esta crise já fora anunciada pelos especialistas durante o ano de 2010, fazendo com que o mesmo já tivesse conhecimento dessa situação, que abalou e pegou a grande maioria dos brasileiros e brasileiras de surpresa.

Publicidade

Durante a campanha eleitoral da presidente petista, ela evitava falar sobre a crise em seus discursos e promessas.

Outro ponto importante, é que a crise também afetou ao desempenho de diversos programas sociais, como o Bolsa Família, que passou a ter uma diminuição significativa. Além do corte de verbas importantes para a educação do país. 

Confira mais notícias em: http://br.blastingnews.com/politica/2015/06/dilma-pede-apoio-lula-quer-caixinha-00437891.html #Crise econômica