A atual #Crise econômica, que ocorre no Brasil, é comprovada através de claros indicadores. Os principais são: recessão econômica, desemprego e inflação. Embora alguns fatores da crise sejam estruturais, é possível contornar, reduzir perdas e auferir ganhos através de princípios de bons investimentos.

O Investimento

Um bom investimento econômico deve possuir algumas características. São premissas consolidadas e imprescindíveis, de acordo com especialistas do mercado financeiro como financistas, economistas e investidores.

Segurança

É a característica que representa a confiança do investidor em estar protegido pela legalidade da operação financeira.

Publicidade
Publicidade

No Brasil, é consenso que a Caderneta de Poupança possui essa característica, pois há legislação específica que protege esse produto. De um modo geral, a maioria dos produtos ou papeis operados pelo sistema bancário possuem, parcialmente, garantia por lei. Também os ativos imobiliários são protegidos pelo sistema jurídico. Mercado de ações possuem segurança, entretanto, a rentabilidade é imprevisível.

Rentabilidade

É a capacidade intrínseca do investimento em propiciar rendimento expresso em percentual de retorno financeiro sobre o valor total investido.

Esta é provavelmente a característica mais impactante, pois baixa rentabilidade pode, comparativamente, perder em rendimentos para a inflação. Por outro lado, altas rentabilidades, de alguns produtos financeiros, podem comprometer uma das premissas principais de bom investimento que é a segurança.

Publicidade

Papeis financeiros hoje disponíveis como CDB, Tesouro Direto (NTF), LCI, LCA e outras inúmeras aplicações financeiras são exemplos de investimentos com bons retornos. Imóveis de um modo geral se enquadram em ativos com boa rentabilidade, através de retornos de locação ou de valorização, com a vantagem também da segurança.

Liquidez

É a possibilidade de transformar em espécie (em moeda disponível) o ativo, produto ou papel de investimento financeiro. Quanto mais rápida ocorrer esta troca, maior a liquidez do investimento.

Imóveis, por exemplo, podem não ter liquidez no momento em que se deseja desfazê-lo e transformá-lo em moeda corrente. Entretanto, são considerados, pelo mercado, um dos investimentos mais confiáveis e de mais segurança. Aplicações em Ouro possuem liquidez e segurança, com boa rentabilidade.

Conclusão

Essas premissas apresentadas representam as principais características, historicamente comprovadas por financistas e investidores bem sucedidos, de investimentos financeiros seguros, rentáveis e com a necessária liquidez. São conhecimentos e ferramentas que podem fazer a diferença entre perder ou ganhar. #Negócios #Finança