Há um ditado italiano que diz: "Existe três formas de ganhar dinheiro. Você pode herdá-lo. Você pode roubá-lo. Ou você pode se casar com ele". Quem não acredita em sabedoria popular, deve ficar de olho na pesquisa do economista britânico Sam Wilkin. 

Wilkin passou vários anos pesquisando as manobras financeiras dos super-ricos e descobriu que para se tornar um bilionário não há necessidade de tanta transpiração assim. Parece que para as pessoas com visão de negócio, a imaginação, e as vezes alguma falta de escrúpulo, são determinantes para que sejam bem sucedidos. Segundo o portal G1, o britânico reuniu em livro o segredo do sucesso dessas pessoas que representam apenas, 1% da população mundial.

Publicidade
Publicidade

O livro cujo o título é "Wealth Secrets of the One Percent", que em tradução livre significa Segredos da Riqueza do Um porcento, faz alusão a esse percentual.

A população alvo da pesquisa de Sam Wilkin não foram aqueles com a conta bancária alta, com carrões na garagem e casa de veraneio. Wilkin focou naqueles que fazem parte da seleta lista publicada pela revista Forbes e que representam, em 2015, 1.826 pessoas de todo o planeta. Encabeçando essa lista está o fundador da Microsoft, Bill Gates, com uma fortuna estimada em U$ 79, 2 bilhões.

Confira algumas dicas de Wilkin:

1 - Área de atuação - a área escolhida deve ser aquela onde é possível estabelecer um monopólio.

O autor dá como exemplo o caso de Carlos Slim. O mexicano foi o homem mais rico do mundo por cinco anos. Atualmente, é o segundo.

Publicidade

Imperador da área de telecomunicações, Slim foi durante muito tempo o único a atuar nessa área, no México. Tinha o monopólio, e sem concorrência, podia cobrar o que quisesse pelos serviços prestados. E ficou bilionário.

A dica é: quem quer ganhar muito dinheiro deve escolher um mercado pequeno, agir localmente e não globalmente para não atrair a concorrência mundial e explorá-lo até o último centavo. 

2 - Não use o seu dinheiro. Aposte no seu negócio, com o dinheiro dos outros

Isso é exatamente o que os banqueiros fazem. Usam o dinheiro aplicado em seus bancos para investir em grandes #Negócios. Nos Estados Unidos, somente o setor bancário já somou 45% de toda a economia. Boa parte do 1% mais rico, começou assim.

3 - O melhor lugar para se fazer negócio pode ser aquele considerado por todos, como o pior.

Nesse caso, o exemplo de Wilkin vem da Índia. Um homem pobre, nascido numa ilha de pescadores, fez de seu filho o homem mais rico do país e um dos mais ricos do mundo. A Índia é um dos lugares mais difíceis para se fazer negócio e o setor têxtil um dos mais difíceis por conta da burocracia.

Publicidade

Foi pensando nisso que o indiano resolveu investir no país. Ele pensou que se ele pudesse superar todos os obstáculos, esses mesmos obstáculos seriam impeditivos para que seus concorrentes crescessem e pusessem seu negócio em perigo.

Warren Buffett, um dos cinco homens mais ricos do mundo, disse certa vez: "Quero dar aos meus filhos bastante dinheiro para que possam fazer o que quiserem, mas não dinheiro o bastante para que não façam nada".  #Curiosidades