Outra consequência já evidente da #Crise econômica que assola o Brasil há quase um ano, é o constante e, cada vez mais, incontrolado, aumento do dólar em comparação com o real.

A crise econômica no Brasil se iniciou desde meados do segundo semestre de 2014, sobretudo, após as eleições presidenciais que reelegeram Dilma Rousseff para o seu segundo mandato a frente do Palácio do Planalto em Brasília.

Segundo informações do site BBC Brasil, a moeda norte-americana já está 21,7% mais valorizada do que a moeda brasileira em 2015. Além disso, a valorização do dólar frente o real já é de 33% em um ano (contando as cotações dos últimos 12 meses).

Publicidade
Publicidade

O especialista André Brunialti, Diretor do Grupo Avanth, avalia as consequências do aumento do dólar para a economia do Brasil. “A alta do dólar tem papel crucial nesta questão, pois com o aumento da moeda estrangeira há, como consequência direta, uma desvalorização pela moeda nacional. Isso direciona o aumento do preço dos produtos, principalmente daqueles que trabalham com produtos importados na composição de seus custos”, afirma.

“O aumento da moeda americana tem que ser repassado no custo do produto nacional, caso contrário, a reposição daquele material será impossível de ser alcançada tendo em vista o aumento ocasionado no período entre a aquisição e sua recompra”, explica Brunialti.

Leia também:

Desvalorização da moeda chinesa faz o dólar passar de R$ 3,50 rebaixando o real

2015 terá a maior inflação no Brasil em 13 anos #Governo