http://pt.blastingnews.com/economia/2015/03/banco-internacional-chines-tambem-contara-com-capital-russo-00326681.html

Nesta segunda-feira (3), o dólar voltou a subir frente ao real, conseguindo alcançar o valor de R$ 3,46. Um aumento de 0,79% foi registrado às 14 horas. Ainda assim, o Banco Central afirmou que suas intervenções do câmbio não sofreriam aumento.

De acordo com o superintendente de câmbio da corretora TOV, Reginaldo Siaca, "o BC ressaltou que o momento não é de briga perante o aumento do dólar". Contudo, após a prisão do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, devido a nova fase da operação Lavo Jato, investidores têm adotado uma estratégia mais defensiva, aguardando o andamento dos fatos e uma possível estabilidade na economia.

Publicidade
Publicidade

http://pt.blastingnews.com/politica/2015/06/angola-e-china-uma-amizade-confidencial-00444025.html

Situação da política brasileira

O mercado cambial brasileiro tem sofrido pressão pelo mercado estrangeiro diante da desaceleração da economia chinesa com a queda da bolsa e pela alta dos juros nos Estados Unidos.

A situação política do país tem sofrido forte decadência com a corrupção que foi instaurada, sobretudo, após as prisões ocorridas devido as operações da Lavo Jato, incluindo a do ex-ministro José Dirceu.

Essa operação foi realizada para investigar crimes bilionários de corrupções envolvendo os esquemas fraudulentos envolvendo a Petrobras. Através desta investigação, muitos envolvidos foram condenados e isso atingiu diretamente a economia brasileira, desestabilizando o mercado nacional e criando um aumento inflacionário.

Publicidade

A instabilidade da economia brasileira tem alarmado não apenas a população mas também investidores, já que a real situação da desvalorização da moeda local não vem suprindo as necessidades dos brasileiros. E, para os especuladores, só resta aguardar os próximos eventos que acontecerão no mercado econômico, analisando cada ação do Banco Central e a situação do dólar.

Na última sexta-feira (31), a moeda americana atingiu o maior valor registrado desde a alta de 2003, subindo 1,59%, alcançando o valor de venda a R$ 3,42.

Até o momento, o dólar acumulou uma alta de 28,81%, mostrando aumentos significativos durante o ano de 2015. #Crise #Crise econômica #EUA