Nesta sexta-feira, dia 21, o Ministério da Fazenda se pronunciou propondo que o adiantamento do 13º salário de pensionistas e aposentados seja dividido em duas parcelas com a primeira na folha de pagamento de setembro e a segunda na de outubro. Essa proposta será enviada a Dilma Rousseff e dependerá da aprovação da presidente.

Nos outros anos a primeira parcela foi paga entre o final de agosto e o começo de setembro. Caso a proposta seja aprovada, 25% do décimo terceiro será pago no final de setembro/ início de outubro e outros 25% no final de outubro/início de novembro. Cerca de 28,2 milhões de beneficiários estavam contando com o adiantamento na folha de agosto.

Publicidade
Publicidade

Neste ano o problema foi que com o ritmo de atividade econômica fraco, a quantidade de arrecadação caiu e o #Governo não teve receita para antecipar a primeira parcela, ou seja, a crise que o Brasil enfrenta rompeu com a tradição que acontecia desde 2006. Mesmo não existindo nada que obrigue o governo a antecipar a primeira parcela do décimo terceiro para aposentados e pensionistas, as pessoas já contavam com esse dinheiro.

Nesta semana, o Sindnapi, Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical, entraram com um pedido para que o governo seja obrigado a antecipar o pagamento para quem recebe aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social. O objetivo é que isso se transforme em um direito assegurado por lei para não causar insegurança sobre o adiantamento como aconteceu esse ano.

Publicidade

De acordo com Tonia Galleti, responsável pela ação judicial, a decisão do governo afeta diretamente a vida de pensionistas e aposentados não apenas por ser um dinheiro extra, mas também pode afetar as condições consideradas mínimas para sobrevivência. Com a antecipação que ocorre a quase uma década, é sugerido que esse é um direito assegurado.

No ano passado, com a antecipação do pagamento, entre os meses de agosto e setembro a economia recebeu uma injeção de R$ 13,6 bilhões, ou seja, esse ano isso também seria positivo para a economia. #Crime