Como reportamos anteriormente aqui na Blasting News, Silvio Santos e Edir Macedo pretendem se unir em alguns #Negócios para vencer a concorrência, diga-se nesse caso especialmente a TV Globo. Dessa vez os donos do SBT e da Record vão se unir também a Marcelo de Carvalho e Amilcar Dallevo Jr., sócios majoritários da RedeTV!. As três redes de #Televisão abertas se juntam para vender seus sinais para a TV por assinatura. Segundo informações do jornalista Daniel Castro do site Notícias da TV em reportagem publicada nesta sexta-feira, 07, a nova empresa funcionará como uma operadora e terá função de cobrar pela exibição dos canais digitais das emissoras.

Publicidade
Publicidade

Existe a ideia de que no futuro SBT, RedeTV! e Record possam lançar até canais fechados, virando uma programadora, como já acontece com a Globosat e outras grandes empresas, como a Turner. A nova companhia com sócios tão inusitados foi negociada durante um ano. Os três canais, inclusive, já assinaram um acordo de cotistas. Nesse documento, as emissoras se comprometem a seguir regras e também é estabelecido qual será o retorno financeiro para cada uma das redes de TV. A firma ainda não foi efetivada pois depende de um retorno positivo do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade.

Os três canais estão fazendo de tudo para entrar no mercado da TV a cabo, que no último ano cresceu quase 40%. Tanto que no mês passado também anunciaram a criação da joint venture, só que essa companhia teve sua fundação a partir de outras empresas.

Publicidade

SBT, Record e RedeTV! solicitaram que os documentos não fossem amplamente estudados e que o aval fosse dado com urgência.

A Globo, é claro, não gostou nada da novidade e já se uniu aos seus parceiros para barrar a entrada dos concorrentes. A Sky e a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) já contestaram o pedido e a chegada da join venture pode demorar anos para de fato entrar nessa concorrência. Como desculpa para a reclamação, a ABTA e a Sky argumentaram que a chegada da nova empresa aumentaria o preço do pacote para os assinantes.