O pagamento da primeira parcela do décimo terceiro dos aposentados e pensionistas do INSS, começará a ser paga finalmente, a partir desta quinta-feira, dia 24, em todo o território brasileiro. Depois de anunciar este ano que não iria antecipar a primeira parcela, no mês de agosto, o #Governo recuou da decisão e começará a pagar a primeira parcela neste mês de setembro. O pagamento prosseguirá até o dia 7 de outubro e contemplará todos os segurados que possuem direito a receber o benefício.

A liberação da primeira parcela, será efetuado junto com o pagamento mensal, feito aos aposentados, na folha de setembro. O depósito desta parcela começará a ser feito para aqueles que possuem, inicialmente o cartão com final 1 e que recebem até um salário mínimo de remuneração.

Publicidade
Publicidade

O mesmo prosseguirá com o pagamento a todos os demais na sequência.

De acordo com dados publicados pela Previdência Social, serão pagos cerca de 28 milhões de reais neste mês. Isto pode representar um montante de R$ 16 milhões, que poderão ser aplicados na economia já neste mês de setembro.

De acordo com a legislação previdenciária atual, os segurados que possuem o direito a receber o benefício serão os seguintes: os aposentados, os pensionistas e os que estão atualmente recebendo o auxílio doença. Para a outra classe de segurados que são assistidos com um benefício assistencial, do tipo LOAS, não tem direito a receber o décimo terceiro. Este último atualmente, constituem um grupo de aproximadamente 4,3 milhões de segurados em todo o país.

Com o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro neste mês, o governo continua  a manter o compromisso com a classe. Nesta primeira parcela não haverá o desconto relativo ao imposto de renda.

Publicidade

O mesmo só será descontado, no pagamento da segunda parcela, que está prevista para ser pago a partir do mês de novembro deste ano. A previsão de pagamento da segunda parcela começará a ser paga a partir do dia 24 de novembro e prosseguirá até o dia 7 de dezembro.

Com o pagamento desta primeira parcela, o governo tenta manter o compromisso com a categoria, que foi estabelecido de acordo com o Decreto 8.513/2015, que estabelece o pagamento da parcela da gratificação natalina, de forma antecipada. Esta será a décima vez que o pagamento é efetuado neste período. #Finança #Blasting News Brasil