A moeda americana nesta terça-feira (22) fechou em alta com 1,85% e passou a ser vendida por RS 4,05. Ao ano, o Dólar acumula alta de 52,47%. Essa é a maior desvalorização do plano Real desde a sua criação. Com a maior alta desde 1999, o dólar dispara.

O real fraco é a consequência do rebaixamento da nota de crédito do país pela Agência Standard & Poo's, da crise política, das incertezas do mercado, que dependem da aprovação do ajuste fiscal, do desaquecimento da China e do aperto monetário nos EUA.

A desvalorização do real impacta na baixa oferta dos investidores estrangeiros, que deixam de trazer seus dólares por apresentar cenário de instabilidade econômica que se encontra no país e teme um possível "calote". Dólar registra nova alta histórica. Na véspera, o Banco Central, realizou leilão com os dólares, com compromisso a recompra, mas não conseguiu impedir a alta da moeda.

Publicidade
Publicidade

Segundo o diretor de câmbio do Banco Paulista, Tarcísio Rodrigues, "vai continuar subindo sabe-se até onde, o problema é a falta de credibilidade, o ambiente de incertezas. Não há leilão que segure", disse para o portal do R7. Guilherme França Esquelbek, operador da corretora Correparti, em nota aos clientes afirmou: "(Resta) ao BC achar alguma saída para conter a desvalorização do real, pois leilão de linha não faz preço". #Finança #Crise econômica #Blasting News Brasil

As consequências:

  • Eleva a inflação
  • Ajuda na economia
  • As indústrias que exportam: os seus produtos ficam mais baratos no exterior
  • Em relação a outra moeda, a moeda americana está se valorizando
  • Reduz o poder de consumo dos brasileiros
  • Aumenta o turismo no Brasil

O que afeta?

  • As indústrias que importam: suas peças e matéria-prima encarecem
  • Os investidores estrangeiros diminuem a oferta da moeda por causa das incertezas da economia que se encontra o país
  •  Reajuste da maior parte dos preços
  • O mercado depende da aprovação do ajuste fiscal para atrair novos investidores e impedir os possíveis "calote" no capital financeiro
  • As viagens para o exterior 
  • Os empréstimos realizados pelas empresas no exterior