Na tarde desta sexta, mais um escândalo atinge a Petrobrás.

A fundação de Bill e Melina Gates, conhecida por "Bill & Melina Gates" abriu um processo contra a empresa brasileira. Com intenção de recuperar algumas ações perdidas em virtude da #Corrupção que estava ocorrendo dentro da empresa e vem sido investigadas na Lava Jato, Bill tenta reaver o dinheiro perdido.

Alguns milhões de dólares foram investidos por Bill, que registrou a queixa na noite de quinta em Manhattan, na corte federal.

Na ação, Bill afirmou que a cada dia surgem escândalos sobre a #Petrobras em virtude das novas prisões e descoberta de fontes de lavagem de dinheiro, explodidas pela investigação Lava Jato.

Publicidade
Publicidade

Além da Petrobrás, a fundação de Gates também está processando uma filial da PricewaterhouseCoopers, popularmente conhecida como PwC.A auditora da Petrobrás também terá de prestar esclarecimentos.

Vale ressaltar que além da ação aberta por Bill Gates, existe mais uma grande quantidade de novos processos contra Petrobras surgindo. As acusações são as mais variadas, indo desde suborno até corrupção. Investidores tentam reaver o que foi perdido na Petroleira.

A Empresa Petrobrás desvalorizou 90% do seu valor no período de sete anos. Ela valia cerca de R$300 bilhões de reais. 

No começo deste ano a estatal divulgou que havia perdido cerca R$ 6,2 bilhões em virtude da corrupção.

Vale lembrar que a fundação de Bill Gates, sediada em Seattle está na lista mundial das maiores instituições de caridade.

Publicidade

Ela costuma realizar doações  de cerca de US$ 41,3 bilhões para os necessitados.

A Petrobrás até o momento não se pronunciou sobre o processo que teve enorme repercussão por se tratar de valores altos e pelo fato de ter sido aberto po 

A fundação de Bill Gates que luta justiça contra Petrobras foi inaugurada no ano 2000 e tem por objetivo auxiliar educação e saúde mundial além de tentar reduzir os índices de pobreza.

Os advogados representantes da fundação de Bill Gates não se pronunciaram até o encerramento desta nota. #Governo