O mercado da comunicação não cansa de fazer vítimas em diversas cidades do país. Com a crise econômica e política do país, muitas empresas viram o número de suas inserções comerciais diminuírem. As demissões no Grupo Bandeirantes já no início do ano eram o alarde para algo maior e pior que viria pela frente. Dessa vez, até o maior grupo de comunicação do Brasil, o Grupo Globo, não está conseguindo segurar as pontas e também está realizando demissões. A corporação da família Marinho tem tentado fazer os cortes de maneira bem discreta, para não chamar a atenção para um suposto fracasso em sua administração.

Depois de anunciar demissões em dois jornais do Infoglobo, o 'Extra' e 'O Globo', a empresa também decidiu realizar cortes na Rede Globo de Televisão.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o site NaTelinha, pelo menos dez jornalistas foram demitidos pela Globo Rio na última semana. Os profissionais da mídia preveem que novos cortes devem ser feitos na próxima semana. Com isso, tem gente está tendo que dobrar o turno para dar conta das produções do canal. 

Dentre as perdas, existem profissionais que já trabalhavam há pelo menos vinte anos na TV Globo. A emissora não se pronunciou sobre as demissões até o momento, não negando ou afirmando nada. O mesmo posicionamento foi adotado com as demissões no Infoglobo, que apenas depois da repercussão teve um posicionamento da corporação, que chamou as demissões de reestruturação necessária. O sindicato dos jornalistas do Rio de Janeiro, na época, chegou a convocar uma reunião para discutir as demissões. No entanto, o assunto mais uma vez não foi solucionado. 

No Rio de Janeiro, o jornalismo da Globo é um dos mais fortes do país.

Publicidade

Com a #Crise econômica, entretanto, poucas empresas locais estão com dinheiro para pagar as propagandas. A emissora estaria fazendo redução de pelo menos 30% dos valores para anunciar nos programas. Ainda assim isso não tem dado tantos resultados. O Grupo Globo também teve seu grau de investimento internacional diminuído neste ano. Mesmo movimento sofrido por outras empresas brasileiras. 

Atualizado em 21/09

Neste fim de semana, a TV Globo entrou em contato com a redação da  Blasting News e negou os cortes. Veja abaixo a nota:

Não há qualquer corte de pessoal ou reestruturação de equipes no jornalismo da Globo. Aconteceram duas demissões pontuais na GloboNews, por questões de performance. Movimentações que acontecem em qualquer redação ou empresa. As vagas serão preenchidas por profissionais, que ainda serão selecionados, em níveis e salários equivalentes. #Desemprego