O sonho da queda do dólar para algumas pessoas está ficando cada dia mais longe de acontecer. A moeda americana chegou na manhã desta terça-feria, 22, à R$ 4,00. Já a cotação chegou a R$ 4,50 no cartão pré-pago, e com o IOF de 6,38%. Às 9h10, alta de 0,85%, a R$ 4,0107, e no fim do dia estava com alta de 1,65%, a R$ 4,0466. O maior valor da moeda foi registrado em 10 de outubro de 2002, chegando a ser vendido a R$ 4,00. O valor da moeda na época ficou elevado por causa das perspectivas de que Lula fosse eleito presidente do Brasil, desagradando o mercado financeiro.

Em entrevista a Reuters, Tarcísio Rodrigues, que é o diretor de câmbio do Banco Paulista, disse que o dólar vai continuar subindo, sabe-se lá até onde.

Publicidade
Publicidade

Ele disse que o problema era o ambiente de incertezas. Já que a economia está em uma grave crise.

Entre os setores que ganham com a alta do dólar é o Turismo Nacional. Com a alta, ficou mais díficil fazer uma viagem para o exterior, aumentando a procura por viagens pelo país. Os gastos no exterior tiveram uma queda de 46% em comparação a agosto de 2014. Os gastos 2015 foram US$ 1,26 bi, e em 2014 foi US$ 2,35 bi. Nesta segunda-feira, 21, o Banco Central realizou um leilão de US$ 3 bilhões com compromisso de recompra. Só que a medida não foi a suficiente para diminuir a alta da cotação do dólar, mas conteve a alta da moeda por alguns minutos.

Para o especialista em investimentos do banco Ourinvest, Pedro Calil, o dólar pode chegar aos R$ 4,20, ou até subir mais, chegando a R$ 4,50.

O que pode mudar na sua vida com a alta do dólar? O aumento do preço de peças importadas, usadas em indústrias, em autopeças, em eletrônicos, entre outros.

Publicidade

Quem vai viajar para o exterior pode ter uma surpresa no preço da fatura do cartão de crédito. Empresas que tem dívidas envolvidas com dólar e que não estão precavidas, podem cortar gastos e até mesmo demitir funcionários.

Diante da incertezas econômicas, a crise política e a dificuldade do governo de colocar para frente o ajuste fiscal, os próximos dias não serão bons para os investidores.

MAIS:

Dólar fecha em 4,50 e pode chegar a 5,00 ainda esse ano

Dólar registra nova alta histórica

Governo revoga isenção fiscal para computadores, smartphones e tablets produzidos no país #Crise econômica #Crise no Brasil