Prepare seu bolso, ou busque outras alternativas para o seu transporte, pois a #Gasolina pode ter um aumento de até 21% em 2016, conforme informa o Jornal Extra.

Recessão e arrocho econômico vai para a conta do consumidor

O diretor e consultor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBI), Adriano Pires, afirmou que a gasolina pode ficar 21% mais cara para o consumidor. A afirmação está baseada depois que alguns cálculos feitos por Pires, mediante a sugestão do ex-ministro da Fazenda Delfim Neto, de aumentar a Cide - Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico de R$ 0,10 para R$ 0,60 por litro direto na refinaria. Com este aumento, o #Governo elevaria sua receita em R$15 bilhões, o colunista da revista "Veja" Lauro Jardim, informou em primeira mão sobre o aumento.

Publicidade
Publicidade

Michel Temer teria rejeitado o aumento, mas teve que voltar atrás

O vice-presidente Michel temer, em um primeiro momento foi contra o aumento da Cide conforme informações dadas pelo colunista do "Globo", Ricardo Noblat. Porém depois de sofrer uma forte pressão do seu partido PMDB, ele teve que voltar atras, de acordo com o jornal "O Estado de S. Paulo".

O retorno da Cide

A Cide foi zerada em 2012, entretanto em maio deste ano o governo promoveu seu retorno para infelicidade geral da nação. O decreto que criou a Cide em 2004 previa a cobrança de R$ 0,28. Entretanto em maio o valor cobrado foi de R$ 0,10.

Delfim Neto defende o aumento da Cide: de acordo com o ex ministr,o ele chegou a estes valores, baseado em uma pesquisa junto a União da indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), afirmando que com a elevação do valor da Cide no litro da gasolina, o Etanol vai se tornar mais competitivo.

Publicidade

O consultor Adriano Pires acredita que está medida visa apenas o aumento da arrecadação

O governo federal apresentou um orçamento para 2016 já com um rombo de R$ 30,5 bilhões. Em virtude desta realidade, o governo saiu à caça do aumento de arrecadação a qualquer custo. 

Adriano Pires acredita que o impacto na inflação será muito grande, pois atua diretamente no IPCA. Ele ressalta ainda que este aumento não vai ajudar em nada para a melhoria da situação do endividamento da Petrobrás, já que o dinheiro arrecadado com a Cide vai direto para o Tesouro Nacional.

Mais uma vez, o governo busca um paliativo para reverter a crise e o remédio amargo é obrigatoriamente ingerido pelo povo. #Crise econômica