Uma das maiores redes varejistas no Brasil, a famosa "Lojas Marisa", anunciou na semana passada o fim das vendas diretas. O motivo seria a #Crise econômica que o país vem enfrentando.

Entendendo o conceito de "Vendas Diretas"

O que ocorreu com as lojas Marisa foi o encerramento de vendas via catálogo. Vendas Diretas são as famosas vendedoras porta a porta, onde a consultora leva a revista e a cliente final faz o pedido. 

As lojas "Marisa" adotaram esse sistema no ano de 2012. O sistema de vendas diretas ainda é pouco difundido no Brasil no que diz respeito a comercialização de roupas porém é forte no mercado cosmético, com destaque para as grandes: Natura, Avon e Jequiti.

Publicidade
Publicidade

Motivo: Crise Econômica

Incertezas econômicas - Foi a resposta do diretor comercial da Marisa quando perguntado sobre o motivo de encerrar as vendas diretas. O foco maior agora é investir o máximo de recurso possível na loja física e e-commerce, conforme explicou a Marisa via nota.

De fato, houve crescimento nas vendas. As vendas diretas provocaram um aumento de 10% no total de vendas da loja por todos os canais porém, houve um momento que essas vendas começaram a afetar diretamente as vendas das lojas físicas e isso não era mais favorável para a marca, já consolidada há tantos anos.

Marisa põe fim as vendas diretas

Um outro fato que foi fundamental para a Marisa encerrar esse canal de vendas foi a estabilidade da concorrência. As grandes Riachuelo e C&A por exemplo, que vendem para o mesmo público alvo, não foram impactadas pela crise, ao contrário da Marisa que sofreu uma enorme queda nas vendas. 

Possível reestruturação no quadro de funcionários

Com o fim das vendas, a Marisa vai focar o investimento daquela área nas lojas físicas afim de estabilizar as negociações e recuperar clientes.

Publicidade

Caso as vendas não voltem a subir, a direção da loja promete uma reformulação em toda estrutura e uma possível reestruturação no quadro de funcionários para conseguir contornar os danos já visíveis que a crise causou. Basta torcer para essa gigante do mundo da moda sair desta fase. #Governo #Finança