A gigante de energia #Petrobras sofreu um revés em seu esforço para colocar suas finanças em ordem. A empresa anunciou nesta quinta-feira, 15, que estava adiando uma oferta para vender pelo menos três bilhões de reais, ou cerca de US$ 790.000.000, de debêntures no mercado de capitais local.

A declaração da empresa diz que foi preciso "interromper" a oferta como resultado de "condições adversas nos mercados de capitais brasileiros". A oferta foi o primeiro esforço da empresa para aproveitar o mercado de capitais.

Petrobras tem cerca de US $ 110 bilhões em dívida, e em preços atuais do petróleo seu fluxo de caixa é negativo. Wagner Salaverry, sócio-gerente da gestora de recursos brasileira Quantitas, disse que representantes da Petrobras compraram debêntures durante semanas, mas "o preço não foi suficiente para compensar o risco da empresa".

Publicidade
Publicidade

A empresa tinha oferecido a dívida em três vencimentos distintos, de cinco, sete e 10 anos. A mais curto prazo teria pago investidores 185 pontos base sobre a taxa de empréstimo do país interbancário, que é atualmente 14,13 por cento. Isso teria resultado em uma taxa de juros de quase 16 por cento. As taxas de juros no mercado de dívida brasileiro tendem a ser alto com a inflação, mais de 9 por cento. Ainda assim, não foi suficiente para atrair compradores.

"Esta é uma empresa altamente alavancada", disse Salaverry. "O governo está por trás dele, mas o governo tem problemas fiscais também".concluiu. A oferta proposta não foi significativa para o montante em causa, mas serviu como um sinal da existência ou não de que a empresa poderia obter acesso a novos capitais. Mesmo a oferta sendo em reais, os banqueiros da empresa tinham comercializado para os investidores estrangeiros também.

Publicidade

Salaverry disse que a empresa não estava em nenhum problema imediato, uma vez que facilmente tem bastante dinheiro na mão para fazer cerca de US$ 10 bilhões em pagamentos da dívida devido o próximo ano. "Se eles se movem de forma mais agressiva para vender ativos, cortar investimentos e aumentar os preços domésticos dos combustíveis, acho que os mercados de capitais será aberta para eles", disse.

A Petrobras anunciou em junho um plano para levantar US$ 15.000.000.000 através da venda de ativos até o final do próximo ano, mas até agora a empresa conseguiu levantar apenas US$ 126 milhões. As más condições do mercado de capitais obrigou a empresa a cancelar o que teria sido a maior venda de ativos, um spinoff de sua unidade de distribuição de petróleo BR Distribuidora.

A Petrobras informou nesta quarta-feira, 14, que agora estava a procura de um "parceiro estratégico" para a unidade. A empresa também afirmou que no final de setembro estava em "negociações finais" para vender uma participação de 49 por cento em sua distribuidora de gás natural, Gaspetro, a Mitsui do Japão.

Publicidade

E a empresa também está se voltando para a China para o capital. El anunciou na terça-feira, 13, que o Banco Industrial e Comercial da China esta fornecendo-lhe US$ 2 bilhões em financiamento ao longo de 10 anos. #Crise econômica #Blasting News Brasil