O principal programa social do Brasil, o 'Bolsa Família', pode sofrer importantes cortes no ano que vem. O relator da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, deputado federal Ricardo Barros, prevê que um terço do valor destinado ao programa seja retirado do orçamento de 2016.

Nesta sexta-feira, 27, Tereza Campello, ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, falou sobre a possibilidade e diz que seu ministério já fez as contas caso isso realmente ocorra. Segundo ela, com a mudança no orçamento, seria necessário retirar 23 milhões de pessoas do 'Bolsa Família'. Com a saída do programa, quase 40% das pessoas voltaria para a extrema pobreza, cerca de 8 milhões.

Publicidade
Publicidade

A ministra não poupou críticas aos possíveis cortes e disse que se isso ocorrer, será uma calamidade pública. Tereza Campello falou ainda que o #Governo não quer este cenário para o país e que até agora, o programa social não foi afetado pela crise econômica que o Brasil enfrenta. Além disso, Tereza disse que o movimento de busca para conseguir o benefício continua o mesmo, não havendo um aumento, nem diminuição da procura. 

Tereza disse também que políticas como o 'Bolsa Família', dificilmente conseguem ser revertidas pelo governo, pois são muito efetivas. Ela falou também sobre a importância de existir o chamado 'Cadastro Único', e que pelo menos três milhões de famílias saíram da extrema pobreza, e, mesmo depois de anos, não voltaram para essa condição social. "Muita gente melhorou de vida", disse ela. 

A ministra comparou a pobreza com uma doença, chamando ela de problema endêmico.

Publicidade

No entanto, Tereza disse que o 'Bolsa Família' não atingiu algumas regiões, pela dificuldade em se chegar à elas, como em quilombos, regiões ribeirinhas e comunidades indígenas. Para Tereza, é necessário um trabalho com muito foco nesses lugares. 

A representante do governo federal deu tais declarações durante um seminário realizado no Rio de Janeiro. O evento foi feito para comemorar os 15 anos da criação do Centro de Políticas Sociais, da Fundação Getúlio Vargas, localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro.  #Dilma Rousseff #Bolsa Familia