O país enfrenta a pior taxa de #Desemprego dos últimos anos e a PME (Pesquisa Mensal de Emprego) desta quinta-feira (19/11) mostrou que o índice de rendimento do trabalhador brasileiro está em torno de 7%. Esse percentual mostra uma queda causada pelo aumento da inflação, juros abusivos, contas de luz, gás e transportes mais caros, o que leva a um menor poder de compra das pessoas.

A crise gerou maior número de pessoas atrás de vagas de emprego e a busca por uma recolocação aumentou, diminuindo em contrapartida a ocupação fixa do trabalhador. Esses fatores geram um desequilíbrio no orçamento familiar e forçam a busca por ocupação, principalmente dos que estavam sem emprego há muito tempo;, eles precisam contribuir nas despesas da casa.

Publicidade
Publicidade

Em outubro (2015) os dados indicam uma elevação de 7,9% do desemprego em comparação a 2007 e sinaliza o maior percentual de todos os tempos. O setor em que ocorreu mais demissões foi o da indústria, principalmente o do automobilístico. Este cenário reflete a crise que se instalou no país; o governo precisa arrecadar mais impostos e a carga tributária pesa no bolso do trabalhador. 

Neste final de ano onde surgem as tão esperadas vagas temporárias; haverá retração do setor, o comércio tende a contratar menos trabalhadores, os comerciantes e empresários querem enxugar a máquina, pois enfrentam queda no faturamento. O 13º salário não será capaz de aquecer as vendas, pois as pesquisas apontam que será usado para quitar dívidas. Para não falar que alguns setores do mercado de trabalho não sabem se irão receber o 13º, como é o caso dos servidores públicos do estado do Rio de Janeiro.

Publicidade

Os brasileiros se endividaram, e o maior número está entre os aposentados, que realizam muitos empréstimos. Assim, quem está em busca de emprego encontrará dificuldades na hora de ser contratado, e a previsão é que para 2016 a situação fique pior. 

O governo precisa criar soluções para que o setor comercial melhore e gere mais empregos para o trabalhador. É preciso criar condições de investimento para que o capital estrangeiro entre no país e que as pessoas possam ter mais expectativas com relação ao futuro. #Finança