A inflação, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em novembro aumentou dois dígitos, maior alta desde 2003. Essa alta ocorreu por consequência da elevação dos preços dos alimentos e combustíveis. O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) obteve um aumento de 10,48% em 12 meses, no ano de 2003 o percentual foi de 11,02%.

O índice elevado ficou além da média estabelecida pelo governo, que era de 4,5%. No mês de outubro, o acumulado foi de 9,93%. 

O QUE CAUSOU A ELEVAÇÃO NO ÍNDICE DE INFLAÇÃO NO PAÍS?

As medidas do governo fizeram com que os índices da inflação no país se elevassem. Os grandes responsáveis pelo impacto no aumento dos preços foram: a energia elétrica (51,27%), gás (23%), e etanol (9,31%).

Publicidade
Publicidade

Esses produtos ficaram congelados por muito tempo e evitaram a alta no índice inflacionário. Com as medidas de reajuste do governo para equilibrar a economia, ocorreu o aumento das taxas de juros, o que ocasionou a elevação da inflação.

As taxas que sofreram aumento nos juros foram: o cartão de crédito, principalmente o rotativo, e o cheque.

ALIMENTOS AUMENTARAM O PREÇO

Os alimentos e bebidas contribuíram para o aumento da inflação em novembro. O percentual passou de 0,77% em outubro, para 1,83% em novembro. Esses itens de consumo influenciaram em 0,46% pontos percentuais com relação a 1,01% do mês de outubro.

De acordo com os dados, os alimentos consumidos no ambiente doméstico tiveram índices de aumento de 2,46%, a batata-inglesa (27,46%), o tomate (24,65%), o açúcar (15,11%).

AUMENTO NO PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS

A alta nos preços dos combustíveis elevou os índices da inflação e aumentaram 4,16%, somente a #Gasolina gerou o percentual de 3,21% (o litro). Mas, de acordo com a pesquisa do IBGE, o que elevou, de fato, foi o etanol misturado a gasolina, 9,31%, indicando 0,08% da inflação ao mês.

Publicidade

O total ao ano é de 26,10%.

Com o aumento dos combustíveis, o setor do transporte sofreu impactos (1.08% ao mês) e a passagem dos ônibus nas cidades subiu 1,11%. A energia elétrica também subiu muito o preço, elevação de 0,98%, operando com a bandeira vermelha. #Crise econômica #Crise no Brasil