A partir do dia primeiro deste mês, a Previdência Social passou a utilizar a tabela atualizada para o cálculo do fator previdenciário, que já é normalmente aplicada para a concessão das aposentadorias no Brasil. A nova versão foi elaborada a partir dos dados recentes, publicados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e que se baseiam no aumento da expectativa de vida do brasileiro.

Os números divulgados pelo IBGE demonstram que o brasileiro está vivendo mais, em todas as faixas etárias. Como consequência deste fato, haverá uma redução dos valores das aposentadorias para todos os limites de idades, que formam os grupos de contribuição.

Publicidade
Publicidade

Seguindo o mesmo raciocínio, caso a expectativa de vida fosse reduzida, o valor dos benefícios seriam aumentados.

As consequências deste fato são que os trabalhadores que fizeram a sua solicitação de aposentadoria na semana passada, antes da nova tabela, passarão a receber um valor maior do que aqueles que fizeram o seu pedido a partir deste mês.

Caso os que desejam se aposentar a partir de agora queiram ter direito a receber o mesmo valor dos solicitantes antes da utilização da nova tabela, deverão trabalhar, pelo menos, mais dois meses. Esta é a previsão do professor da USP, Newton Conde. Segundo o mesmo, a comparação entre os valores das tabelas da Previdência, entre o ano de 2013 e 2014, mostrou uma variação que corresponde a aproximadamente dois meses. Em termos percentuais, os valores entre as aposentadorias, para os dois períodos, sofreu uma variação para menor de 0,65%.

Publicidade

A nova tabela, publicada pelo Diário Oficial da União no último dia 01, não será aplicada à nova regra 85/95. Ela será utilizada somente para os trabalhadores que desejam se aposentar antes de atingir a soma de pontos estabelecida pela nova lei. Também não servirá para as aposentadorias especiais, por invalidez, e para aquelas nas quais o benefício já tenha sido concedido antes da publicação da mesma.

Ainda de acordo com a Previdência, o uso do fator nas aposentadorias por idade só é usado quando o resultado for para elevar o valor a ser pago ao beneficiário#Trabalho #Governo #Finança