Esta é uma triste notícia para quem deixou o dinheiro na poupança durante o ano de 2015. Os dados divulgados pelo governo mostram que as projeções da inflação para este ano, na qual considera os índices divulgados pelo IPCA ( Índice de Preços ao Consumidor Amplo), até o mês de novembro, apontam para uma inflação acumulada de 9,62%. Este número tende a aumentar quando for fechado a projeção para o mês de dezembro, que aponta para uma taxa anual de mais de 10%, principalmente, para quem insistiu em deixar o dinheiro na caderneta com perdas no seu valor monetário.

2015 foi ruim. 2016 parece que não vai fugir à regra 

As expectativas para o ano que vem, de acordo com as projeções dos analistas, parecem que não vão ser muito animadoras.

Publicidade
Publicidade

Isto por que a taxa de juros que remunera a poupança vai continuar em 0,5% mais a TR. Além disto, a projeção da SELIC vai continuar em torno de 14, 25%, com previsão de alta ainda não confirmada. O fato é que as expectativas apontam para um rendimento mensal que não fuja ao quadro atual. A perda da caderneta em relação à inflação pode até ser menor, desde que o governo mantenha a sua meta inflacionária em torno dos 6,6%, de acordo com as expectativas do técnicos do governo.

A poupança foi esvaziada em 2015

Durante o mês de novembro, conforme apurado, verificou-se que o total de saques da caderneta de poupança superou a quantidade de depósitos contabilizados mensalmente. No cenário econômico brasileiro, este é o décimo mês consecutivo que isto ocorre. A alta da inflação é um dos fatores que levam o brasileiro a se utilizar de suas economias para compensar as perdas.

Publicidade

Entretanto, a causa principal está na eclosão da #Crise econômica atual, que atingiu em cheio a classe média.  Traduzindo em números, a fuga de reservas da poupança contabilizou R$ 1,303 bilhões somente no mês de novembro. No ano de 2015, de janeiro até o mês de novembro, as retiradas totalizam cerca de R$ 58,357 bilhões.

Para aqueles que entendem um pouco mais de aplicações financeiras e buscam outras alternativas, a poupança é um péssimo negócio. Isto por que a taxa em 14,25% da SELIC atrelada à mesma, tira o seu atrativo para investimento. As opções estão sendo os fundos . Entretanto, é bom evitar os de curto prazo, visto que as taxas de administração e o imposto de renda levam uma boa fatia da porcentagem dos rendimentos.  #Dicas #Finança