A taxa de desemprego chegou a 9% no trimestre encerrado em outubro de 2015, segundo o IBGE. A tendência para 2016  deve alcançar os 10%. Em comparação com o mesmo trimestre de 2014 a taxa foi de 6,6%. Além disso, o número de empresas encerrando as suas atividades representou 82% daquelas que abriram as suas portas.

Em reportagem do O Globo, a jornalista Miriam Leitão, informa que a partir de um estudo do Ipea 30% daqueles que perdem emprego são chefes de família. Isso faz com que a situação financeira de uma família fique extremamente abalada e a solução tem sido a abertura de um novo negócio a partir das economias alcançadas com recursos economizados e rescisões trabalhistas.

Publicidade
Publicidade

O #Desemprego é resultado da #Crise econômica com recessão, inflação alta e falta de expectativa dos empresários para investimento. Em comparação com a crise de 2008 existe a impressão que a crise atual será mais douradora que a anterior, então as pessoas não tem esperado uma recolocação no mercado, mas buscado arriscar na abertura de um negócio próprio.

NOVO NEGÓCIO

Segundo o Sebrae, mais da metade dos que vão ao órgão procuram informações técnicas sobre como iniciar um negócio por conta própria. Muitas pessoas vêem a perda de emprego como oportunidade de abrir um negócio. Entretanto, a ideia de abrir um novo negócio considerada por muitos como a salvação da renda familiar é apenas o primeiro de muitos passos relacionados a uma empresa de sucesso.

Dados da FIESP demonstram que 27% das empresas são fechadas até o segundo ano.

Publicidade

Isso porque a abertura de qualquer negócio não depende somente de uma grande ideia, mas do mínimo de planejamento e conhecimento para que possa garantir um retorno satisfatório ao futuro empresário. É importante verificar o alto índice de mortalidade das empresas, mas também devemos considerar que 73% das empresas permanecem no mercado.

A abertura de um pequeno negócio é em geral o sonho de muitos anos que sempre é adiado em função de outras necessidades da família. A partir da dificuldade de recolocação e com o dinheiro para realizar o sonho, muitas pessoas buscam colocar em práticas antigos projetos. Entretanto, a ideia ou o conceito inicial do negócio é apenas a primeira etapa que deve ser realizada. O negócio deve ser planejado em seus mínimos detalhes, contando com pesquisas de mercado, análise de investimentos, previsão de fluxo de caixa e tendência de vendas.