Segundo dados publicados nesta semana pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), dentre as maiores economias do planeta, o Brasil é a que terá a maior alta de desemprego durante todo o ano de 2016. Para piorar, ainda segundo a entidade, cerca de 700 mil trabalhadores brasileiros devem ficar desempregados neste ano vigente, o que pode representar um aumento de quase 8% da taxa de desemprego no país.

Após a divulgação dos dados, representantes da OIT alertaram o governo brasileiro de que esta alta taxa de desemprego, prevista para o Brasil em 2016, pode ocasionar uma queda bastante severa no mercado de trabalho nacional, algo nunca antes visto na história recente deste país, o que dificultaria, ainda mais, a resolução da grave #Crise econômica que assombra os brasileiros, desde o final de 2014, porém, mais acentuada em 2015.

Publicidade
Publicidade

Para se ter uma noção mais clara da grave situação prevista para o Brasil, ainda de acordo com os dados da OIT, a cada três novos desempregos no mundo em 2016, um deles será em terras tupiniquins. Na América Latina, o país representará mais de um terço das desocupações em todo o continente. #Crise no Brasil #Inflação