Atualmente o salário mínimo do trabalhador brasileiro é de R$ 788, mas com o novo aumento já autorizado pela presidente Dilma Rousseff em decreto assinado nesta terça-feira(29), o salário mínimo terá um aumento de 11,6% em seu total, ficando então em R$ 880, isso já a partir de janeiro de 2016.

Hoje em nosso país existe uma estimativa de que 40 milhões de cidadãos recebam salário mínimo, inicialmente o valor do novo honorário para 2016 era de R$ 865.50, montante esse proposto pela União. Contudo, em pesquisa no Índice Nacional de Preços ao Consumidor e baseando-se na previsão da inflação de 2016, o valor foi acrescido, ficando então na faixa de R$880,00.

Publicidade
Publicidade

O aumento será de R$ 92 comparando o valor normal do salário mínimo atual, a cifra atingiu um valor maior do que as provisões do Planalto previam, esse aumento terá um impacto forte na economia, já que milhares de trabalhadores recebem esse montante mínimo no final do mês. 

Em novembro deste ano existia uma proposta para que o reajuste do salário mínimo fosse adiado para maio de 2016 em vez de entrar em vigor em janeiro, a fim de reduzir os gastos do #Governo e diminuir a crise econômica atual.

Se perguntamos, como o governo chegou a este valor,  a resposta seria: o novo pagamento mínimo é assentido pelas mudanças do  Índice Nacional de Preços ao Consumidor, que também se baseia no arauto inflacionário calculado pelo IBGE e junta tudo isso somando o produto interno bruto do país, normalmente baseando nos resultados dos dois últimos anos.

Publicidade

A  Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2013, recebeu do governo em 2012, uma previsão de que o salário mínimo brasileiro chegaria a um número superior a R$800 já em 2015, entretanto, o nosso produto interno bruto não atingiu um porte aceitável para liberar a cifra proposta, ficando então o montante de 2015 abaixo do esperado, fechando em R$788. 

O governo, em abril de 2013, em asserção com a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2014, chegou ao valor de R$ 849,78 como pressuposto para 2016, mas em meados de março de 2015,  o dígito calculado para o próximo ano havia novamente mudado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias, tendo assim seu montante reduzindo para R$ 839,24.

Em nota à impressa, a presidente Dilma afirmou que o novo ordenado tem como objetivo valorizar o trabalhador que recebe o salário mínimo. #Curiosidades