O desodorante masculino Axe é sempre muito lembrado por exibir em seus comerciais homens rodeados por mulheres, algumas vezes em cenas sensuais e provocantes, ou sendo "atacados" por elas depois de, utilizando o olfato, sentirem o cheiro da fragrância do produto.

Mas isso deve mudar em breve. O grupo multinacional Unilever, responsável pela marca Axe, contratou a agência de publicidade 72andSunny Amsterdam para mudar completamente o seu conceito. Depois de muito trabalho, eis que a equipe de marqueteiros contratada entregou o resultado: "Find Your Magic (Encontre Sua Magia, em inglês).

Com a nova campanha, Axe agora pretende explorar a diversidade masculina existente no mundo, não apenas aquele estilo de homem padronizado por uma sociedade conservadora e antiquada. “Se olharmos para todas as peças da campanha é possível ver que elas representam um tremendo espectro de masculinidade.

Publicidade
Publicidade

Isso inclui atributos pessoais, como cabelo, nariz, tipo de corpo, estilo de roupas e de vida. Nós queremos deixar claro que não importa como você define sua masculinidade, o que é bem diferente de muitas histórias que contamos no passado”, afirmou Matthew McCarthy, diretor sênior das linhas masculinas da Unilever e da Axe.

Comerciais serão exibidos primeiro nos Estados Unidos

As peças publicitárias da nova campanha já estão prontas para entrar em veiculação nos EUA. Serão exibidos comerciais na televisão, anúncios impressos e marketing digital, como publicações nas principais redes sociais do mundo. No primeiro filme de 1 minuto que foi produzido, ainda é possível ver homens heterossexuais em destaque, mas acompanhado por outros rapazes de comportamentos diferentes, dentre eles um que veste roupas femininas e outros dois garotos que parecem paquerar um ao outro:

A Axe promete que o novo pensamento da marca vai ser conhecido em todo o mundo até o final de 2016.

Publicidade

Durante esse tempo, a equipe de marketing da filial de cada país vai aprimorar as campanhas de acordo com o seu público, mas sem perder o conceito de pluralidade masculina. #Comunicação #Mídia