Com a vigência do novo valor do salário mínimo, a partir de primeiro de janeiro, os estados que possuem uma tabela própria para pagamento de seus funcionários deverão realizar o reajuste dos seus respectivos valores. Para aqueles que não possuem uma quantia tabelada, passa a vigorar então, o valor estipulado pelo #Governo que é de R$ 880.

Veja aqui quais os valores do novo mínimo adotado pelos principais estados brasileiros:

Acre:   Não possui tabela própria, portanto adotara´ o valor do mínimo nacional.

Amazonas: Seguirá o valor adotado nacionalmente, que é de R$ 880

Amapá:  Adotará o valor do mínimo vigente a partir de primeiro de janeiro

Roraima  e Rondônia:  O mesmo valor padronizado pelo governo

Pará: O mesmo valor do mínimo nacional

Alagoas: Seguirá o valor do decreto federal a partir de janeiro

Bahia: Adotará o valor do mínimo atual

Ceará: Segue o valor estipulado pelo governo federal

Paraíba: De acordo com o decreto do governo

Pernambuco: O valor será negociado de acordo com a categoria e a faixa salarial da mesma.

Publicidade
Publicidade

Ainda não existe um valor definido para cada uma, pois são muitas categoria que deverão negociar seus valores

Piauí: Será acompanhado o valor nacional

Rio Grande do Norte: Segue o decreto publicado pelo governo federal

Maranhão: Será adotado o valor estabelecido pelo governo

Sergipe:  O mesmo do mínimo nacional

Distrito Federal: De acordo com o mínimo estipulado pelo governo

Goiás:  Possui tabela própria, que é elaborada de acordo com a data base dos servidores estaduais e o plano de cargos e salários. O estado não divulgou quanto será o valor do novo mínimo no estado

Mato Grosso do Sul: De acordo com o que foi decretado para o valor atual

Mato Grosso:  Passa a ser o novo valor estabelecido nacionalmente

Espírito Santo: Será de acordo com o que foi estabelecido pelo governo federal

Rio de Janeiro: Adotará valores próprios, de acordo com a categoria.

Publicidade

Entretanto,os valores para 2016 ainda não foram definidos pelo governo estadual

São Paulo:  Estabelecerá valores próprios que ainda não foram decididos

Santa Catarina:  Possui tabela própria e que ainda não foi atualizada para 2016

Tocantins: Será de acordo com o decreto oficial do governo. #Finança