Lançado em 27 de junho de 2014 pela Senacon/MJ (Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça), o portal Consumidor.gov superou esse ano a marca de 200 mil reclamações atendidas através do portal.

Com um total de 297 empresas cadastradas, entre elas instituições financeiras, operadoras de telefonia, redes de varejo e administradoras de consórcios, o portal tem hoje mais de 190 mil consumidores cadastrados.

Do total de reclamações, o sudeste lidera o ranking com 46,5%. Em segundo lugar vem a região sul com 22,7%. Em terceiro vem o nordeste com 18,1%. Em quarto lugar, o centro-oeste com 10%. E por último o norte do país com 2,8%.

Publicidade
Publicidade

O objetivo do portal é resolver conflitos entre consumidores e empresas por meio da internet.

O cadastro das empresas é feito de modo voluntário, ou seja, a empresa se compromete a responder e resolver os problemas que forem registrados contra ela.

Como uma espécie de “Procon virtual”, o consumidor que se sentir lesado por alguma compra ou serviço contratado, pode acessar o portal, realizar seu cadastro e abrir uma reclamação contra a empresa. Se a empresa já estiver cadastrada no portal, a reclamação será enviada para a empresa e a mesma irá analisar e responder a reclamação no prazo de 10 dias. Se a empresa a qual for reclamar não estiver disponível no portal, o consumidor pode sugerir o cadastramento da mesma. A empresa que for sugerida para cadastro receberá o convite para participar do portal.

Publicidade

A participação não é obrigatória, visto que, todas as empresas têm hoje o serviço de ouvidoria para resolver possíveis problemas dos consumidores.

Após a reclamação ser atendida pela empresa, o consumidor tem até 20 dias para avaliar o atendimento com três tópicos: se a solicitação foi resolvida ou não, nota de 1 a 5 para o atendimento e um espaço para observações sobre o atendimento.

No quesito de solução da reclamação, lidera o ranking de nota 5 a Época Cosméticos, Icatu Capitalização, Unimed Litoral, Jocar, Assurant Seguradora, Supermercado Super Lagoa e Termolar. A pior nota na classificação dos consumidores ficou para o Tribanco.

Se você tem problema com alguma empresa e que precisa ser resolvido, acesse www.consumidor.gov.br e abra sua reclamação. #Dicas