De acordo com o FMI (Fundo Monetário Internacional), a crise econômica brasileira, cada vez mais em evidência e ascensão, vai contribuir de maneira significativa para o baixo desempenho previsto para a economia global neste ano de 2016. A afirmação foi feita pelo FMI em seu mais recente relatório, intitulado: “Panorama Econômico Global”, divulgado para o mundo na última terça-feira, dia 19 de janeiro.

Neste “Panorama”, o Fundo reduz o crescimento da economia mundial em 2016 para, aproximadamente, 3,5%. A taxa é a mesma prevista para o Brasil, o que representa um recuo de 2,5% de expansão em relação ao relatório anterior, apresentado pelo FMI no mês de outubro do ano passado.

Publicidade
Publicidade

O dado é mais uma previsão feita por especialistas de que a #Crise econômica deve permanecer forte no país durante todo este ano.

Ainda segundo as novas previsões do Fundo Monetário Internacional, a recessão no Brasil só deverá começar a apresentar recuos importantes e visíveis para a população brasileira no ano de 2018. No último relatório, a previsão era para o início de 2017. #Crise no Brasil #Inflação