Sabe aquela velha expressão que diz: "de grão em grão a galinha enche o papo"? Pois é caro leitor, os bancos são prova viva disso! Não pense você que os bancos ficaram ricos com grandes fortunas não, eles ficam ricos com o cartão que você atrasa, com o empréstimo que você faz e com a anuidade que você não negocia e principalmente com as taxas que você paga.

Este artigo vai tratar de coisas que talvez você já saiba, mas que são de extrema importância para que você tenha um relacionamento saudável com o banco do qual você é correntista. Confira:

  • Você é correntista de um banco e só utiliza a conta para receber seu salário? Então saiba que existe um tipo de conta chamada "serviços essenciais" que te dá serviços básicos e você não precisa pagar um centavo por isso! Isso mesmo, nada! Basta você se dirigir até uma agência e solicitar a troca de sua conta corrente para "serviços essenciais". Eles vão tentar te enrolar, dizer que você vai deixar de ter serviços e outras coisas. Mas se você não usa sua conta corrente com frequência, para que pagar por ela? E a troca é feita na hora, mediante seu pedido. Se o banco se negar a fazer a troca, diga que você vai registrar uma reclamação no BACEN e fica tudo certo.
  • A anuidade do seu cartão está alta? Entre em contato com a central do seu cartão e diga que você gostaria de negociar o valor da anuidade. Em 90% dos casos, o consumidor consegue uma redução significativa no valor, que pode chegar a 70%.
  • Procure não atrasar o pagamento do valor mínimo do seu cartão. Os bancos podem sim, debitar da sua conta corrente o valor mínimo do seu cartão de crédito a partir do 11º dia de atraso.
  • Ao contrário de outras pessoas, você usa muito sua conta corrente? Então peça um pacote de serviços que dê à você algum tipo de bônus. Alguns bancos cobram, por exemplo, R$-34,00 de um pacote top de conta corrente e devolvem para você R$-36,00 em recargas de celular. É um senhor negócio!
  • Está com problemas com o banco e não consegue resolver? Siga o seguinte protocolo: entre em contato com sua central de atendimento e registre o ocorrido. Não foi resolvido? Ligue para o SAC e com o protocolo do atendimento anterior, solicite providências. Ainda não resolveu? Com os dois protocolos anteriores, ligue para a ouvidoria do banco e registre sua queixa. Geralmente isso resolve 100% dos problemas pertinentes. Se não resolver, faça uma reclamação junto ao BACEN.

Saiba que o bom e contínuo relacionamento com o seu banco é muito importante.

Publicidade
Publicidade

Os bancos atribuem um "score" para todos os clientes. Isso determinará o seu nível de importância para a instituição. A partir de um bom "score", que é como uma nota, que pode ser alta ou baixa, os bancos podem baixar juros, dar mais financiamento e até convidar você para o seleto grupo dos clientes private. Mas lembre-se que para tudo existe regra. #Finança #Comportamento #Crise no Brasil