Mesmo em situação de estagnação de sua renda per capita, que já foi superada por muitos países emergentes, de acordo com o FMI, o Brasil, entretanto, apresenta indicadores positivos de bem-estar de sua população. Os avanços foram conquistados nas últimas décadas e se reflete, sobretudo, numa distribuição de renda menos desigual, porém, ainda longe de ser a ideal e a mais justa para todos os brasileiros.

Contudo, é fato que o número de pobres diminuiu no Brasil, em comparação com as últimas décadas. Outro avanço identificado é com relação ao acesso da maior parte da população à #Educação e à saúde pública e privada, mas também ainda apresentando inúmeros desafios a serem superados nos próximos anos.

Publicidade
Publicidade

De acordo com os economistas, este não é o melhor momento para comemorar os avanços conquistados. Isso porque, tais avanços podem ser drasticamente comprometidos, e até mesmo perdidos, caso o Brasil não supere logo a atual #Crise econômica em voga e volte a crescer de forma significativa em relação a sua renda per capita e aos outros países emergentes. #sistema de saúde