Quando se pensa em #Educação dos filhos, o brasileiro abre mão de quase metade de seu orçamento familiar para que ele tenha uma boa formação educacional.

Para aqueles que procuram educar seus filhos em escolas privadas, houve um aumento dos custos em 9,24% em 2016, alavancando ainda mais as despesas com educação.

Segundo um estudo realizado (INVENT), para ver um filho formado, a Classe A pode gastar cerca de 1,2 milhões em 23 anos de estudo, o que daria uma média anual de R$ 52 mil. Já a classe B, os gastos para a formação dos filhos pode consumir R$ 617,9 mil, média de R$ 27 mil anuais, na classe C, os gastos chegam a R$ 300 mil, sem as despesas com a pré-escola.

Publicidade
Publicidade

Caso não tenha uma boa administração financeira ao longo da formação, os gastos podem ser ainda maiores, conforme informou a pesquisa (INVENT), ou seja, na Casse A pode chegar a 2 milhões, Classe B R$ 948 mil e Casse C R$ 407 mil.

O controle financeiro é um ato essencial para que as famílias não percam o controle as rédeas dos gastos com educação, por isso, colocar tudo na ponta do lápis, e planejar com cuidado as despesas com a educação dos filhos, é importantíssimo, caso não faça, sua renda poderá sofrer uma sobrecarga enorme.

O estudo aponta ainda que a renda familiar da Classe C é a mais afetada com as despesas com educação dos filhos, comprometendo 45% da renda, seguido pela Classe B, 39% e Classe A 34%.

Nem sempre colocar os filhos em escolas caras é a melhor opção, explica Mauro Calil, educador financeiro.

Publicidade

O padrão familiar deve e a expectativa do futuro da criança deve ser avaliada, antes de investir na educação. Para Mauro Calil, alguns pais optam por colocar seus filhos em escolas mais baratas com intuito de acrescentar outras formas de educação, como Escola de Inglês, curso de informática e intercâmbios.

Porém com a recessão vinda à tona este ano no Brasil, muitas famílias se viram obrigadas a migrarem para escolas públicas, já que os gastos com educação ultrapassaram mais da metade da renda familiar, e a maneira viável foi colocar os filhos em escolas públicas. #Dicas #Finança