A declaração de Imposto de Renda para pessoa física teve algumas mudanças, que já estão valendo para este ano (2016) (Calendário 2015), a medida visa aumentar a arrecadação de R$ 27,8 milhões no ano passado para R$ 28,5 milhões este ano.

Médicos e Advogados terão que declarar o CPF de seus pacientes e clientes, e caso não declarem, ambos poderão cair na malha fina da Receita Federal, segundo explicou, o Supervisor Nacional de #Imposto de Renda, Joaquim Adir.

O contribuinte que tiver dependentes, a partir de 14 anos, terá que informar o CPF do mesmo, caso não declare, também poderá ser pego na malha fina.

O preenchimento da declaração estará disponível em 25 de fevereiro, e a entrega poderá ser feita de 1º de março a 29 de abril.

Publicidade
Publicidade

A obrigação em declarar o Imposto de Renda, é para toda pessoa física, residente no Brasil que obteve um rendimento anual superior a R$ 28.123,91, no ano do calendário 2015.

Para as pessoas que obtiveram rendimentos isentos, não tributáveis na fonte, superiores a R$ 40 mil terão que declarar imposto, assim como, quem realizou operações em Bolsas de Valores, e adquiriu capital em alienações de bens ou direitos.

Os produtores rurais, que tiveram uma receita bruta superior a R$ 140.619,55 no ano, são obrigados a declarar à Receita Federal.

Deduções

Algumas mudanças aconteceram em relação às deduções, na educação, mas gastos com dependente e o titular, o limite passou de R$ 3.375,83 para R$ 3.561,50.

O contribuinte poderá deduzir despesa previdenciária com empregados domésticos, de até R$ 1.182,20.

Publicidade

E o limite com dependente passou de R$ 2.156,52 para R$ 2.275,08. Já as despesas com saúde não há um limite de dedução estipulado pela Receita Federal.

Multa

Caso o contribuinte encaixe no perfil acima, não entregar a declaração no tempo viável, a multa aplicada será de 1% sobre o imposto devido, mesmo que tenha sido quitado integralmente. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74 e o valor máximo será de 20% do total imposto de renda devido. Então fique atento aos prazos e obrigações para Declaração de Imposto de Renda 2016, para não pagar multa ou cair nas garras do Leão. #Governo #Finança